Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Manaus

Casal de irmãos é preso com cerca de 3 Kg de drogas na Zona Sul

Eles também estavam de posse de material de refino e mais de R$ 2 mil. Segundo a PM, eles ainda teriam tentado subornar os agentes que lhes prenderam



1.jpg Depois do material ser apreendido com os suspeitos, eles foram levados ao 7º DIP
05/02/2015 às 16:54

Erlana Lucas da Silva, 30, e o irmão dela, Joanderson Lucas da Silva, 29, foram presos, ontem à tarde, no bairro Betânia, Zona Sul de Manaus, com aproximadamente 3kg de drogas, material de refino e  mais de R$ 2 mil. Eles também foram acusados de terem tentado subornar os policiais militares. Erlana é viúva do ex-presidiário Omar Dantas Haddad, morto na madruga da última segunda-feira (2), no bairro Crespo, também na Zona Sul.

O tenente Aguiar, da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), explicou que uma viatura da guarnição estava realizando um patrulhamento de rotina pela avenida Adalberto Vale, na Betânia, quando os policiais observaram um veículo modelo Palio, de cor prata, parado em frente a um posto de combustível.



Eles suspeitaram da atitude e decidiram abordar os ocupantes do veículo, Erlana e Joanderson. Após realizaram buscas minuciosas, os PMs encontraram um tablete de aproximadamente 800 gramas de pasta base de cocaína, que estava escondido dentro do carro. Eles disseram que estariam no local para entregar a droga para uma outra pessoa.

Suborno

Ainda de acordo com a polícia, durante a abordagem, Erlana e o irmão dela informaram que eles possuíam mais droga escondida em um casa, no Distrito Industrial. Eles foram conduzidos até o local, na avenida Buriti, onde foram localizados mais 1,8kg de pasta base, maconha e pedras de oxi. Ao todo, cerca de 3kg de entorpecente foram apreendidas com o casal de irmão, além de material para preparo e refino da droga.

Aguiar afirmou ainda que antes deles serem conduzidos à delegacia, Erlana ainda tentou subornar os militares, oferecendo R$ 2.400 mil, em troca da liberdade.  A tentativa não deu certo e Erlana e Joanderson foram encaminhados para o 7º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foram autuados por tráfico e corrupção ativa. Erlana já possui passagem pela polícia, conforme pesquisa realizada no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.