Publicidade
Manaus
Manaus

Casas noturnas em Manaus são interditadas após fiscalização da prefeitura

A primeira casa interditada foi o All Night, localizado no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. Ainda na manhã desta segunda-feira (28), a equipe interditou também a República Real, localizada na avenida Djalma Batista 28/01/2013 às 18:22
Show 1
A fiscalização realizada pela prefeitura de Manaus resultou no fechamento da casa de show All Night
Bruna Souza e Carolina Silva* Manaus, AM

A Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) realizou inspeção na manhã desta segunda-feira (28) em casas noturnas, bares e casas de show da capital. A ação resultou em autuações e na interdição de estabelecimentos. A ação acontece nas seis zonas da cidade de Manaus, com cada equipe responsável por fiscalizar as casas norturnas de cada uma.

A inspeção contou com o apoio do Corpo de Bombeiros, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb). A fiscalização contou com a presença do prefeito interino, o vereador Bosco Saraiva (PSDB), que está no cargo durante a viagem de Artur Neto à Brasília.  

A primeira casa interditada foi o All Night, localizado no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. Ainda na manhã desta segunda-feira (28), a equipe interditou também a República Real, localizada na avenida Djalma Batista. A equipe que realizou a inspeção esteve também na casa noturna Porão do Alemão, localizada na estrada da Ponta Negra, Zona Oeste. O local foi notificado e terá que apresentar documentos pendentes à Prefeitura.


Foi verificado durante a fiscalização que o All Night não possui licença ambiental e auto de vistoria do Corpo de Bombeiros, além das saídas do estabelecimento serem classificadas como estreitas, fora das normas exigidas para o funcionamento. Outro problema apontado foi com um dos extintores, que estava vazio e fixado em local incorreto. O Implurb verificou ainda  que uma obra de expansão irregular era realizada na casa sem a devida autorização do órgão.

A República Real também foi interditada durante a vistoria. Foi constatado que a mesma não possui auto de vistoria do Corpo de Bombeiros,  alvará de funcionamento, equipamentos necessários para uma situação de incêndio e sinalização correta nas saídas de emergência.

Ainda serão feitas fiscalizações em outros locais. A ação foi motivada após o incêndio em uma casa noturna na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde 232 jovens morreram.

Nota

O All Night publicou nota em sua página do facebook. A publicação não relata a interdição da Prefeitura. Nela, a empresa lamenta a tragédia em Santa Maria e diz que a casa está fechada para a realização de uma reforma até o dia 28 de fevereiro. Os representantes da casa noturna afirmam que serão construídas duas novas saídas de emergência, somando um total de cinco.

O República Real informou em nota enviada à imprensa que todas as medidas necessárias, sejam de natureza estrutural ou burocrática, estão sendo executadas com prioridade máxima. A empresa informou ainda que nenhuma norma exigida deixará de ser cumprida.

Balanço final

A fiscalização se estendeu na tarde desta segunda. Até o momento já foram autuadas e estão impedidas de funcionar até que se adequem às normas de segurança: o All Night Pub, na Zona Centro Sul República Real, na Zona Sul e o Porão do Alemão, Zona Oeste. No caso deste último, a única irregularidade foi a não apresentação do documento obrigatório, o habite-se, que comprova que a construção está dentro das normas da Prefeitura para prédios em perímetro urbano. O balanço da operação ainda será divulgada nas próximas horas.


Publicidade
Publicidade