Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Manaus

Caso Belota: Jimmy quer sair de isolamento para conviver com outros detentos

Aos pedidos de Jimmy, advogada de defesa solicitou transferência dele do isolamento para ala onde está preso chamado ‘Alcimar’



1.jpg Segundo a advogada dele, Jimmy iniciou um ‘relacinamento saudável’ com Alcimar
13/05/2013 às 09:52

A advogada de Jimmy Robert de Queiroz Brito, Rosângela Galvão de Oliveira, solicitou na sexta-feira (03) à Vara de Execuções Penais (VEP) a transferência dele do setor de isolamento da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), onde atualmente ele se encontra preso, para a galeria dos demais internos. Na solicitação, Jimmy pede ainda que, se possível, ele seja lotado na mesma galeria de um outro interno, de nome “Alcimar”.

De acordo com depoimento de Jimmy, o motivo é que ele já teria iniciado um relacionamento saudável com o interno nas raras vezes em que ele pôde sair do isolamento. 

Jimmy Robert foi preso em flagrante no dia 22 de janeiro deste ano, acusado do triplo homicídio da prima, Gabriela Roberta Belota, da tia, Maria Gracilene Roberta Belota e do próprio pai, Roberval Roberto de Brito. Além de Jimmy, foram presos Rodrigo Alves, que era apontado como namorado de Jimmy, e Ruan Pablo Bruno Cláudio Magalhães, por participação nos crimes.

Segundo a advogada Rosângela Oliveira, desde a prisão de Jimmy que foi convertida em preventiva no dia 24 de janeiro, o acusado continua no isolamento do referido presídio sem o contato com os demais internos, o que segundo depoimento do próprio acusado está causando dano a sua saúde mental e dificultando a sua adaptação ao sistema. Ele afirmou ainda que no local onde ele se encontra isolado é difícil até a comunicação com os funcionários do presídio. O acusado pede a remoção para uma das galerias onde ele possa ter o convívio social.

Ainda nesta sexta-feira, o juiz George Hamilton Lins Barrosa, da Vara de Execuções Penais, encaminhou o “despacho” solicitado pela advogada de  Jimmy ao diretor da Unidade Prisional do Puraquequara,  para que a direção daquela unidade se manifeste no prazo de cinco dias, sobre a situação narrada pelo interno, explicando os motivos das medidas aplicadas ao interno.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.