Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
INQUÉRITO

Caso Flávio: investigadores vão até imóvel de Mayc e tiram fotos da fachada

Polícia Civil foi cumprir mandados de busca e apreensão também nos imóveis de Elizeu da Paz e Alejandro Valeiko



WhatsApp_Image_2019-11-06_at_11.07.34__1__3548EF55-78E0-4B5F-8115-2576B8D69257.jpeg Foto: Jair Araújo
06/11/2019 às 15:00

Investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foram até a casa de Mayc Vinícius Teixeira na manhã desta quarta-feira (6), em cumprimento de mandado de busca e apreensão.  Mas, chegando ao local no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte, optaram por tirar fotos da fachada do imóvel após serem informados que a residência está alugada há duas semanas para terceiros. 

Conforme informações obtidas pela reportagem, a Polícia Civil foi cumprir hoje também mandados de busca e apreensão nos endereços de Elizeu da Paz e Alejandro Valeiko, filho da primeira-dama de Manaus. 



Nos endereços de Da Paz que constam no processo que apura a morte do engenheiro Flávio Rodrigues, encontrado morto no último dia 30 de setembro, a reportagem obteve a informação que a PC não chegou a ir aos locais. 

Segundo moradores da rua situada no Cidade de Deus, a família de Da Paz não mora no local desde que ocorreu a prisão do ex-segurança da Prefeitura de Manaus. Inclusive, uma moradora do logradouro, que preferiu não ser identificada, afirmou que dois dias após o caso ser divulgado na imprensa, familiares do policial militar retiraram todos os móveis da casa. 

No outro endereço, no Jorge Teixeira, na Zona Leste, populares informaram que Da Paz nunca chegou a morar no lugar, mas sim alguns de seus familiares. 

No Passaredo, onde residia Alejandro Valeiko, a reportagem não teve acesso ao condomínio que conta com forte esquema de segurança, incluindo duas portarias. O endereço, na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus, foi onde iniciou o caso que resultado na morte do engenheiro

Questionada se ocorreria uma coletiva de imprensa para informar mais detalhes sobre o cumprimento dos mandados, como costuma acontecer, a Polícia Civil destacou que os delegados que investigam o Caso Flávio adotaram um novo procedimento e que só irão se pronunciar no fim do inquérito policial. Todos os citados na matéria cumprem prisão temporária em Manaus. 

Sem respostas

Uma das perguntas ainda em aberto no inquérito é sobre a roupa que o engenheiro Flávio usava no momento em que foi levado por Da Paz e Mayc da casa de Alejandro. 

Alejandro, Elielton Magno e Junior Gordo dizem que Flávio estava vestido com camiseta e bermuda. Mayc informa que quando rendeu o engenheiro com golpes de jiu-jítsu, ele estava só de cueca – como o corpo foi encontrado no dia 30 de setembro, em um terreno no bairro Tarumã.

A questão é tão importante para a investigação que houve até uma acareação entre Mayc e Magno para tentar esclarecer esse ponto. Na ocasião, Magno manteve a versão de que Flávio estava vestido e Mayc negou-se a responder, recorrendo ao direito constitucional de permanecer calado.

*Com informações de Karol Rocha, Rafael Seixas e Cley Medeiros. 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Caso Flávio



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.