Publicidade
Manaus
CRIME EM FAMÍLIA

Mulher acusada de matar cunhada fazia posts carinhosos para vítima e sogra no Facebook

“Amo seu jeitinho, seu cuidado comigo. (...) Espero que possamos levar isso para o resto de nossas vidas. Conta comigo!”, escreveu Thais Rejane em uma legenda de foto com Luana Freire em 2016 04/12/2018 às 14:46 - Atualizado em 05/12/2018 às 08:24
Show thais e luana freire 87eb56e4 b98b 4ec8 ad5e 115dc3d12553
Thais Rejane aparentavam ter uma boa relação com Luana Freire (vítima, à direita) nas redes sociais. Foto: Divulgação
Vitor Gavirati Manaus (AM)

“Obrigada pelo seu carinho, amizade... Amo seu jeitinho, seu cuidado comigo”. Essas foram algumas das palavras que Thais Rejane, 32, escreveu sobre a cunhada Luana Freire em uma publicação na rede social Facebook em 2016. Nesta terça-feira (4), Thais confessou ser autora do crime que resultou na morte de Luana, de 19 anos, ocorrida ontem (3) em uma casa na Travessa Pato Branco, conjunto Ouro Verde, Zona Leste de Manaus.

“Você tem uma mente mágica em que eu adoro viajar e sei que tens um grande futuro, se continuar a sim (sic), inteligente, esperta e determinada. Te Amo! Espero que possamos levar isso para o resto de nossas vidas. Conta comigo!”, escreveu Thais na legenda da montagem de fotos das duas publicada há dois anos.

Luana foi morta a facadas. Segundo Thais, que é casada com o irmão da vítima, o objetivo era roubar o dinheiro que a sogra guardava em casa por ser tesoureira de uma igreja, com a ajuda de um comparsa, e dar uma lição na família.

“Eu não matei a Luana, só queria dar um susto. Um mês atrás mais ou menos eles falaram que eu tinha roubado dinheiro da igreja. Ficou uma situação estranha em casa. Foi uma idiotice minha porque eu nunca tinha feito isso. Claro que eu estou arrependida, eu não queria que ele matasse a Luana”, afirmou Thais a jornalistas nesta terça-feira.

No perfil de Thais no Facebook, além da foto com legenda carinhosa, em pelo menos mais duas fotos, autora e vítimas do crime que chocou o bairro da Zona Leste esta semana aparecem juntas.

O carinho entre as duas parecia ser recíproco. Em uma selfie publicada por Thais também em 2016, Luana comentou fazendo elogios à cunhada, com quem dividia a casa junto com o irmão e os pais. “Olha que coisa mais linda mais cheia de graça”, escreveu a estudante.

Após o crime, na mesma publicação, internautas fizeram comentários fazendo referência à morte de Luana. “Safada, matou a própria cunhada a facadas (...)”, disse um internauta. “Mas ela postou uma frase onde diz que é corajosa, de um jeito que te deixaria surpresa. Ela já estava praticamente dizendo do que era capaz de fazer. Monstro”, escreveu outra.

‘Estou fora de controle e às vezes difícil de lidar’

Entre as publicações públicas de Thais no Facebook, é possível ver uma foto de perfil com apoio à candidatura do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), no período da última eleição, e a atual foto de capa da página. Nela consta uma frase atribuída à artista americana Marilyn Monroe.

“Eu sou egoísta, impaciente e um pouco insegura. Eu cometi erros, estou fora de controle e às vezes difícil de lidar. Mas se você não pode lidar comigo no meu pior, então você com certeza não me merece no meu melhor”, diz a afirmação.

Postagem com a sogra

A mãe de Luana também recebeu uma mensagem carinhosa em uma fotografia postada pela criminosa. Na legenda da foto em que aparece com a sogra, Thais escreveu: “Minha fofa, linda por dentro e por fora. Obrigada pelo carinho e colinho que sempre me dá. Te admiro, sua fã. Amo muito”.

Dinheiro recuperado e versão fantasiosa

De acordo com o delegado Orlando Amaral, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Thais não consegue dar características como, por exemplo, o sobrenome e o endereço de Wilis, seu comparsa. A versão, no entanto, ainda não foi descartada e o caso segue sendo investigado. Todo o valor roubado foi recuperado e devolvido à família.

Thais foi autuada em flagrante por homicídio qualificado e, ao término dos procedimentos na DEHS, será levada para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, na Zona Sul de Manaus.

O sepultamento de Luana acontece às 15h desta terça-feira, no Cemitério Parque Tarumã, na Zona Oeste de Manaus.

Publicidade
Publicidade