Sábado, 25 de Maio de 2019
Tradição de fé

Celebração de Corpus Christi leva 50 mil fieis às ruas da cidade em exemplo de devoção

Festa religiosa católica, que visa celebrar o mistério da Eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo, teve missa campal, procissão e adoração solene e benção no Santuário de Nossa Senhora de Fátima



corpus1.JPG
Fieis lotaram as ruas do Centro da cidade para a celebração de Corpus Christi / Fotos: Euzivaldo Queiroz
26/05/2016 às 19:42

Um multidão de fieis estimada em 50 mil pessoas, segundo números da Polícia Militar, compareceu à tradicional celebração de Corpus Christi na capital amazonense nesta quinta-feira (26). Neste ano o evento da Igreja Católica abordou o tema “Eucaristia: Fonte de Misericórdia”.

A programação começou com uma missa campal por volta de 16h realizada em um palco montado em frente à escadaria do Instituto de Educação do Amazonas (IEA), na popular Praça Antônio Bittencourt, a Praça do Congresso, na rua Ramos Ferreira, Centro.

O ato de fé seguiu-se de procissão começando às 17h e percorrendo, além da rua Ramos Ferreira, também as avenidas Getúlio Vargas e Tarumã finalizando com a adoração solene e bênção do Santíssimo Sacramento no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, na Praça 14 de Janeiro, na Zona Sul.

O trajeto da procissão foi alterado por conta das obras de revitalização da avenida Eduardo Ribeiro. A celebração provocou interdições temporárias no trânsito do Centro, mas as vias foram liberadas após a passagem dos fieis. 

Quatro horas antes da celebração (12h) a rua Ramos Ferreira já estava interditada no trecho entre as ruas Tapajós e Ferreira Pena, para a montagem do palco da missa de Corpus Christi.

Durante a realização da missa e no deslocamento da procissão, um total de 25 agentes fizeram o controle do trânsito em viaturas, motos e postos fixos para possibilitar a segurança dos fiéis, dos demais usuários das vias e preservar a fluidez de veículos, informou o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans).

Provas de fé

A renovação pretendida pela Igreja Católica pôde ser vista em adolescentes como o estudante Augusto Barros, 15, que estava nas celebrações de Corpus Christi vendendo picolé a R$ 0,75 para ajudar o  arraial da Igreja de Santa Rita de Cássia, no bairro Riacho Doce. “Além de demonstrar a minha fé, eu estou ajudando a minha igreja. Já vendi quase todos os 60 picolés que eu trouxe. Só tem esses aqui”, disse ele, mostrando o interior da caixa de isopor com apenas 5 produtos restantes.

Perto do adolescente, estava a auxiliar de serviços gerais Luciano Nascimento e sua filha, a estudante Marcela Nascimento, de 19 anos. Para a mãe, trazer a filha representava uma prova de fé e de renovação cristã.

“A Marcela já vem comigo para o Corpus Christi há quatro anos. Eu preservo isso”, disse ela, moradora da Cachoeirinha. “É importante para a minha estar aqui”, comentou a filha.
Para a dona de casa Nazaré Silva, 57, moradora da Praça 14, “o Corpus Christi representa o corpo vivo de Jesus na Eucaristia presente em casa um de nós”. Ela vem à procissão há mais de 20 anos e, na hora da entrevista, estava acompanhada da irmã e de uma colega

Significado

Corpus Christi  é uma festa religiosa católica que visa celebrar o mistério da Eucaristia, o sacramento do corpo e do sangue de Jesus Cristo. A festa é um ato público de fé na presença real de Jesus Cristo na Hóstia Consagrada que acontece na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. “A Eucaristia é o grande sinal que Jesus nos deixou. Pão e vinho consagrados”, destaca dom Sérgio Castriani, que conduziu as celebrações religiosas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.