Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2021
PRESENCIAL

Cema adota medidas para atender pacientes do Ceaf e 'Saúde Domiciliar'

Ceaf oferta mais de 200 medicamentos de alto custo de forma gratuita para 15 mil pacientes, enquanto programa fornece insumos e itens de nutrição, fraldas, materiais para cicatrização e outros



FOTO_Jamile_Alves__3__D8600F6C-87AC-4C3E-B881-1DA8D71A7196.jpeg Foto: Jamile Alves
13/01/2021 às 12:34

A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) adotou protocolos de prevenção à Covid-19, para manter o atendimento presencial dos pacientes assistidos pelo Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (Ceaf) e pelo programa “Saúde Domiciliar”.

O Ceaf oferta mais de 200 medicamentos de alto custo de forma gratuita para aproximadamente 15,1 mil cadastrados usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Já o “Saúde Domiciliar” é o programa que fornece insumos e itens de nutrição, fraldas, materiais para cicatrização e outros Produtos Para Saúde (PPS), para cerca de 4 mil usuários.



A dispensação dos materiais é feita por meio da Cema, que montou tendas na área externa para o atendimento dos pacientes em espaço mais amplo. A gerente farmacêutica do Ceaf, Herbenya Silva Peixoto, reforça algumas recomendações como medida de proteção ao coronavírus.

“A principal recomendação, tanto para atendimento no Ceaf como ‘Saúde Domiciliar’ é que pessoas do grupo de risco, como idosos e portadores de doenças crônicas, mandem representantes para pegarem seus medicamentos, munidos do seu documento de identificação com cópia e a receita médica do paciente. É importante vir de máscara, manter o distanciamento social e trazer a própria caneta”, informou.

A recomendação foi seguida pela autônoma Sharlene Marques, de 27 anos, que foi buscar medicamentos para a mãe na manhã desta quarta-feira (13/01). “Minha mãe está saindo só para fazer o tratamento de hemodiálise dela, segunda, quarta e sexta-feira. Quando chego em casa tomo todos os cuidados e também só saio para o necessário”, disse.

Abastecimento garantido – O coordenador da Cema, Claudio Nogueira, reforça que o abastecimento dos insumos dos dois programas é regular e que, dessa forma, os pacientes atendidos não precisam se preocupar com possíveis faltas de medicação.

“Por conta do cenário de pandemia, muitos usuários dos programas acabam vindo à Cema sem necessidade, com receio de faltar medicamentos e outros insumos. Nossos estoques são abastecidos de forma regular e a dispensação continuada para os pacientes está garantida”, pontuou.

Ainda segundo Nogueira, os medicamentos do Ceaf estão sendo dispensados em quantidades suficientes para três meses, a depender da disponibilidade em estoque, para evitar aglomerações.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.