Publicidade
Manaus
Manaus

Centro de lutas da Polícia Militar é inaugurado na Zona Leste

Espaço parte de uma parceria entre a SEJEL, SEDUC, FALLE e a Polícia Militar do AM e funciona de segunda a sexta, na Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga 19/03/2015 às 15:49
Show 1
Atualmente, o espaço conta com aproximadamente 30 alunos
acritica.com Manaus (AM)

Uma solenidade realizada no Colégio Militar da Polícia Militar IV – Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, localizada no bairro Grande Vitória, Zona Leste de Manaus marcou a inauguração do primeiro Centro de Lutas da região.

O espaço é uma parceria entre a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (SEJEL), a Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (SEDUC), a Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva Olímpica (FALLE) e a Polícia Militar do Amazonas.

Estiveram presentes na cerimônia de abertura o executivo da Sejel, Ricardo Marrocos e o coordenador estadual de educação física, Joel Soldera que esteve no evento como representante da SEDUC. A Coordenadora de Educação do Distrito V, professora Maria Carneiro, o presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva, Olímpica e Greco Romana (FALLE), Helton Henrique e o do Tenente Coronel Ozimar Guedes da Polícia Militar do Amazonas completaram os convidados.

Para Ricardo Marrocos, a iniciativa de implantar um centro na região é mais uma ferramenta que ajudará a entidade regional na revelação de novos talentos para a modalidade olímpica.

“Queremos fomentar cada vez a luta olímpica e os outros esportes no Estado. A parceria entre as secretarias de esporte e educação junto com a PM dará sem dúvida mais oportunidades para a comunidade. Principalmente na luta olímpica, que faz parte do Centro de Treinamento Alto Rendimento da Amazônia, o CTARA”, disse o executivo ao mencionar o programa esportivo de alto rendimento do Estado administrado pela SEJEL.

De acordo com o Tenente Coronel Ozimar Guedes a inauguração do espaço acontece no momento ideal.

“O centro veio em boa hora. Esta parceria com os órgãos públicos irá aproximar a comunidade ao esporte. Assim, poderemos agregaremos valores aos jovens através da prática do esporte, todos juntos para fazer uma sociedade melhor”, afirmou.

PARTICIPANTES

Atualmente, o espaço conta com aproximadamente 30 alunos. Entre eles, está aluna Bruna Souza, 15, que no sábado, disputa a I Copa CMPM da modalidade.

“Lutamos como uma família e nosso grito de guerra são LUTA. Estou pronta para a competição de sábado”, falou Bruna ex-praticante do jiu jítsu.

Funcionando de segunda a sexta, para os interessados que quiserem inscrever os alunos (ou moradores da comunidade), basta procurar a coordenação da escola em horário comercial (de 8h as 17h).

*Com informações da assessoria de imprensa da Sejel

Publicidade
Publicidade