Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020
NATAL

Centro de Manaus tem movimentação intensa em busca dos últimos presentes

Chuva nos últimos dias fez com que lojistas esperem, para hoje, um movimento acima do normal; lojas da região devem ficar abertas, pelo menos, até as 18h



WhatsApp_Image_2019-12-24_at_10.55.13_3EB8F76F-E3F8-4EA0-84AF-59B68673019E.jpeg (Fotos: Rebeca Beatriz)
24/12/2019 às 11:24

Quem deixou para fazer as compras de fim de ano somente na véspera do Natal pode se preparar para enfrentar um comércio tumultuado, com longas filas de espera nos caixas e alta movimentação nas lojas.

O presidente da Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Amazonas (FCDL-AM), Ezra Azury apontou a situação climática como um dos fatores para que as pessoas deixassem para fazer as compras na última hora.



"Esse ano aqui em Manaus tivemos uma questão pouco atípica: choveu muito nos dias anteriores, o que fez as pessoas adiarem as compras e deixarem pra última hora. Hoje tá muito tumultuado, mais do que o normal, mais do que o esperado. Hoje temos um Centro super movimentado devido a essa demanda reprimida. Será um dia com bastante movimentação, mais do que o normal", disse.

Além das chuvas, a rotina de trabalho e a falta de tempo foram citadas por alguns consumidores, que aproveitam a manhã de hoje para não ficarem de fora das compras natalinas, como o pedreiro João Batista.

"Acabei de chegar no Centro. Não consegui comprar nada no início desse mês porque não tive tempo. Muito trabalho, muita correria. Outro fator também foram as chuvas. Todos esses dias choveram, isso atrapalhou. Hoje estou pesquisando antes de comprar, pretendo presentear minha filha e minha esposa", contou.

Já a professora de Língua Portuguesa Cláudia Duarte chegou ontem de viagem e só hoje conseguiu ir ao Centro de Manaus, mas ainda assim não deixou de fazer uma pesquisa de mercado e verificar o que melhor cabe no orçamento.

"Estou verificando as mercadorias, os preços. Não é porque esqueci ou que deixei para última hora. Hoje foi meu único dia livre, eu estava viajando. Nós clientes esperamos que os lojistas estejam dispostos e ofereçam um bom atendimento, principalmente neste período do ano", comentou.

A estudante Tairine da Silva Pereira costuma fazer as compras de fim de ano com antecedência, mas este ano o pagamento do esposo atrasou e ela precisou deixar para o último momento, mas segundo ela, apesar da movimentação, os preços estão acessíveis.

"Estou vindo só hoje, no último dia porque foi quando meu esposo recebeu. Costumo fazer as compras de Natal com antecedência , mas este ano não foi possível. Estou achando movimentado demais o Centro, tem muita gente, mas os preços estão bem em conta e isso compensa", ponderou.

Lojistas Otimistas

Roupas, sapatos e acessórios são bastante procurados pelos consumidores nesta época do ano. Segundo os lojistas, até o fim do dia a atividade comercial tende a crescer.

A gerente da loja Estrela de Ouro, Socorro Oliveira disse que há 25 anos, desde quando o local foi inaugurado, é típico que apareçam clientes até os últimos minutos do dia.

"Estamos com a expectativa que hoje seja melhor do que ontem. Que as pessoas venham. Este ano foi um ano de mudanças e isso refletiu no comércio no setor em geral. A expectativa é de que atinjam os até 88% do que esperamos. Todo ano tem as pessoas atrasadas que deixam para comprar na última hora, alguém que esqueceu de comprar um presente, por exemplo", ressaltou.

O gerente da loja Shop do Pé, Aldair Oliveira comentou que pela manhã a movimentação não foi tão boa, mas pela parte da tarde deve melhorar.

"Hoje no início do dia a movimentação foi mais fraca que o esperado, mas pela parte da tarde deve melhorar, depois do almoço", destacou.

De acordo com a CDL Manaus, hoje o Centro comercial deve funcionar até às 18h, mas os lojistas já avisaram que enquanto tiver movimento, não vão fechar as portas. A expectativa é que até às 21h ainda seja possível encontrar lojas abertas.

Segurança

Com o maior fluxo de pessoas no Centro na manhã de hoje, um esquema de segurança especial foi montado pela Polícia Militar. Segundo o sargento Denis Mar, o objetivo é fazer com que a população se tranquilize ao passar pelas ruas do Centro de Manaus.

"O efetivo está empregado em mais ou menos 150 policiais, que estão em viaturas e caminhões em pontos estratégicos, onde tem o maior fluxo de pessoas. Estamos aqui de uma maneira trazendo sensação de segurança para as pessoas. Em qualquer situação de risco, elas podem vir até nós e tentaremos ajudá -las. Pode ser um caso de furto ou alguma suspeita"

Nas ruas Marechal Deodoro e na Eduardo Ribeiro, por exemplo, há ônibus e viaturas, além do efetivo policial. Mas o policiamento está em todo o Centro, de acordo com a Polícia Militar.

A estudante Ruth Ribeiro comentou que embora o policiamento esteja reforçado, não é possível se sentir completamente seguro.

"Os policiais ajudam bastante, mas para o fluxo de pessoas não é possível ter 100% de segurança, então é bom andar com cuidado pelo Centro. O perigo está em todo canto, principalmente ao redor das lojas do bate-palma. Não consigo me sentir completamente segura", destacou.

Até o momento, a Polícia Militar não registrou ocorrências na região.

News whatsapp image 2019 05 27 at 11.54.48 8d32dbdd 4f80 4c51 b627 e3873c2e56de
Repórter
Cientista Social, Escritora e Jornalista. Repórter de A Crítica, apaixonada pela arte de contar histórias.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.