Publicidade
Manaus
Manaus

Centro virtual para pesquisadores é criado em Manaus

Reunidos em Manaus, 123 representantes de 14 países daLasera criaram centro virtual de educação em ciências, iniciativa inédita noAmazonas 25/10/2013 às 08:59
Show 1
Para o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, o aprendizado em redes permite dialogar com pesquisadores de vários países
Ana Celia Ossame ---

A criação de um centro virtual para pesquisadores de educação em ciências latinoamericano é um dos frutos da conferência que está sendo realizada em Manaus pela Associação Latinoamericana de Investigação em Educação e Ciências (Lasera 2013). O evento, inédito no Amazonas, reúne 123 pesquisadores de 14 países e tem 288 trabalhos apresentados, informou a presidente do comitê organizador, professora doutora Josefina Barrera Kalhil, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

A conferência é organizada pela UEA, Universidade Nilton Lins e o Instituto Politécnico Nacional e o Instituto de Educação em Ciências e foi realizada no auditório Vânia Pimentel, da Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul. Na abertura da conferência, o reitor da UEA, Cleinaldo Costa, afirmou que a relação de professor e aluno é importante na área de ciências. “Estamos falando também do aprendizado em redes, onde podemos dialogar com pesquisadores de vários países. As mentes das pessoas para pensar em redes também precisam mudar”, disse.

Iniciativa é marco na troca de informações

A presidente do comitê organizador do evento, professora doutora Josefina Barrera Kalhil, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), explica que a criação da rede virtual latinoamericana de pesquisadores em ciências, física, matemática, química e biologia e da Revista Internacional em Educação e Ciências, que vai ser lançada no evento, são marcos importantes para permitir a troca de informações entre os pesquisadores. No mundo globalizado, a professora diz ser essencial essa iniciativa.

A Lasera, por exemplo, segue a trilha aberta pelos pesquisadores da Europa, que criaram a primeira rede de pesquisadores, denominada Ecera. A abertura desse espaço interdisciplinar, de acordo com Josefina, vai criar um espaço importante para troca de informações. A UEA, inclusive, vai ceder o espaço para as transmissões ao vivo dos eventos relacionados ao tema.

Palestras

Nessa quinta-feira (24), o evento contou com a palestra “Educação em Ciências: 50 anos depois”, ministrada pelo professor doutor Antonio Cachapuz, de Portugal. Hoje pela manhã haverá apresentação de trabalhos e no período da tarde, palestra sobre o tema “ Lasera na Educação em Ciências na perspectiva latino americana”, a ser dada pelo professor doutor César Eduardo Mora Ley, do México, que encerrará o evento.

Publicidade
Publicidade