Publicidade
Manaus
Manaus

Cerca de 300 mil passageiros irão embarcar e desembarcar em Manaus nos próximos dias

Coordenador da Anvisa-AM dá dicas de saúde aos passageiros dos aeroportos que terão como destinos outros estados e países. A vacina contra doenças é o mais recomendado 27/12/2015 às 15:45
Show 1
A partir de amanhã a movimentação de passageiros na Manaus Moderna será intensa, segundo os vendedores de passagens
Náferson Cruz Manaus (AM)

Por conta da celebração do Ano Novo e, recesso escolar e posteriormente de alguns órgãos, muitos manauenses, ainda devem deixar a cidade no decorrer da semana. Contudo, para que a viagem seja tranquila, é importante conhecer, com antecedência, os cuidados que devem ser tomados com a saúde.

Aos que pretendem realizar viagens internacionais, o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) é um dos documentos exigidos por muitos países com risco de transmissão da Febre Amarela para efeito de entrada e de imigração. O certificado é emitido pelo Centro de Orientação ao Viajante (COV) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária no Estado do Amazonas (Anvisa), localizado nas dependências do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.

O coordenador da Anvisa no Amazonas, Flávio Silva de Almeida, ressalta que o comprovante de vacinação emitido pelos postos da rede municipal de saúde não tem validade em outros países, por essa razão, os usuários ou viajantes que pretendam realizar viagens internacionais deverão seguir os seguintes passos: realizar o pré-cadastro individual por meio do endereço eletrônico: www.anvisa.gov.br/viajante. Somente após o cadastramento o usuário deverá dirigir-se ao COV.

No caso de pessoas até 18 anos, poderá ser apresentada a Certidão de Nascimento. O atendimento no Centro de Orientação ao Viajante no Aeroporto Internacional de Manaus é realizado de segunda a sexta- feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Flávio Silva destaca que os viajantes com destino á Bolívia, Equador, Peru, Venezuela, Guiana Inglesa e Francesa, Trinidad de Tobago, países da África, deverão se vacinar contra a Febre Amarela.

“Lembrando que a vacinação deverá ser ministrada obrigatoriamente 10 antes da viagem. Entretanto, aos viajantes com destino aos países da Ásia, Europa e Estados Unidos recomendamos a vacina contra o Sarampo”.

A estimativa é que um fluxo de 300 mil passageiros nas salas de embarque e desembarque do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes seja registrado durante todo o mês de dezembro por conta das festas de fim de ano e também das férias escolares, igual período do ano passado, conforme a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

O coordenador da Anvisa-AM, Flávio Almeida, dá dicas de saúde aos passageiros dos aeroportos que terão como destinos outros estados e países. A vacina contra doenças é a mais recomendada

Cresce demanda para o interior

Durante o feriado, cresce a procura por passagens em barcos que vão para o interior. Muitos amazonenses e turistas aproveitaram o feriado prolongado para viajar para municípios do interior do Amazonas e para Estados vizinhos.

Os destinos mais procurados pelos viajantes são Parintins, Coari, Maués, Tefé, Tabatinga, Borba e Santarém, no Pará.

Segundo funcionários de barcos entrevistados pela por A CRÍTICA, a procura de passageiros por embarcações que seguem para os municípios do interior do Amazonas cresce durante o feriado prolongado. Esse aumento é considerado normal pelos profissionais que trabalham no porto da Manaus Moderna e esperam lucrar mais neste período.

De acordo com o vendedor de passagens Jonas Albuquerque, 36, a maioria das passagens vendidas por ele eram para Parintins, Tefé e Santarém. “Já foram compradas entre 100 e 150 passagens para este dois lugares. Estou no porto desde as 8h e já vendi mais de 50 passagens só de manhã”, disse ele.

Pontos

Cuidados aos passageiros antes de viajar

Procure orientação médica pelos menos um mês antes da viagem. Vacinas podem ser necessárias e devem ser tomadas com antecedência para que possam produzir os efeitos adequados.

Caso faça uso de algum remédio obtenha do médico um atestado que especifique o nome do medicamento, o princípio ativo e a quantidade que carrega em seu poder. Isso é importante para as inspeções alfandegárias.

Leve tanto o medicamento quanto o atestado na sua bagagem de mão. Conselho para quem usa óculos: viaje com a receita para evitar aborrecimentos caso eles quebrem.

Leve consigo os endereços e telefones das embaixadas e consulados brasileiros do seu país de destino. Nunca viaje sem um seguro de saúde.

Publicidade
Publicidade