Publicidade
Manaus
Manaus

Cerca de 45 mil veículos devem retornar para a capital após o feriado, aponta Polícia Militar

De acordo com o Batalhão de Policiamento de Trânsito da Policia Militar, a barreira que da acessos as BR 174 e AM 010, tinha contabilizado na manhã desta quarta-feira (10) aproximadamente cinco mil veículos de volta para a capital 10/02/2016 às 16:45
Show 1
Conforme dados do órgão, 45 mil veículos deixaram Manaus no período do carnaval
Hellen Miranda Manaus (AM)

Desde ontem, os principais pontos da capital começaram a receber o fluxo de retorno dos veículos e pessoas, que aproveitaram o período carnavalesco para deixar a cidade rumo as estradas e municípios vizinhos.

De acordo com o Batalhão de Policiamento de Trânsito da Policia Militar, a barreira que da acessos as BR 174 e AM 010, um dos locais mais movimentados,  tinha contabilizado na manhã aproximadamente cinco mil veículos de volta para a capital. Conforme dados do órgão, 45 mil veículos deixaram Manaus no período do carnaval.

“A estimativa e que passem pelo posto de policiamento rodoviário ate o final do dia, cerca de 10 mil veículos, esse mesmo número é esperado na Ponte do Rio Negro” , disse o Tenente Brandizzi  Dorval. Conforme ele, a equipe do Batalhão da Policia Militar conta com 45 policias e uma viatura em cada rodovia para atender a demanda. “Os policiais estão atuando de forma revezada nesse período sem nenhuma ocorrência grave. E os carros que só agora estão deixando a cidade rumo aos banhos e sítios também estão sendo parados”, destaca o Tenente Brandizze. Nesta  manhã, pelo menos, três mil carros passaram pela barreira em direção ao interior.

No Porto do Ceasa, a movimentação de lanchas e balsas oriundas de municípios próximos da capital era tranquila. Conforme informações da Superintendência Estadual De Navegação, Portos E Hidrovias (SNPH), o fluxo de veículos e pessoas que passaram pelo porto foi inferior aos anos anteriores.

“Devido a crise, muitas pessoas  passaram o feriadão em Manaus e nesse ano apenas dois mil carros saíram nas sete balsas disponíveis, número similar ao final do ano”,  conta o Agente Portuário, Eliseu Maciel.  Conforme ele, até agora 300 carros voltaram para a Capital, mas esse número deve aumentar ao longo do dia.

Já a movimentação de pessoas que optaram por lancha foi maior no porto. De acordo com a Associação dos Canoeiros dos Portos da Ceasa e Careiro da Várzea (ACCPCV), mais de três mil pessoas optaram pelo serviço. “Só ontem voltaram 1.500 pessoas e hoje pela manhã umas 325. Certamente até o final da tarde todos já tenham voltado”, disse a fiscal da ACCPCV, Jeane Alves.

De acordo com o balanço parcial do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), mais de 525 veículos foram apreendidos por irregularidades nas blitzes da Lei Seca. Aproximadamente 450 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas. Desse número,  423  foram flagrados pelo bafômetro e 27 se recusaram a fazer o exame.

Os dados correspondem desde última quarta-feira até as 20h da terça-feira “gorda de carnaval”. As operações seguem até o fim da tarde de hoje e o balanço geral das operações de trânsito durante o carnaval deve ser divulgado nesta quinta-feira.

Conforme o diretor-presidente do Detran, Leonel Feitoza, o número de pessoas alcoolizadas ao volante ainda foi grande, mesmo com as opões seguras oferecidas pelo órgão para o período.

“Colocamos a disposição o disk-pileque, que recebeu 148 chamadas, onde infelizmente 80 delas foram trotes. Além disso, tinham vans e micro-ônibus com preços acessíveis e ainda quatro rádio táxis com 500 carros disponíveis para a população”, explicou Feitoza. Ainda de acordo com ele,  o que mais chamou a atenção foi o alto número de flagrante entre mulheres e pessoas acima de 60 anos.

“A falta de consciência é em todas as idades", destacou Feitoza. Outro ponto preocupante, foram  menores dirigindo sem carteira de habilitação. “Das 123 pessoas abordadas, 80% eram menores sem CNH e com consentimento dos pais”, criticou o diretor-presidente do Detran-AM. Ao total 148 pessoas foram envolvidas nas ações.

Publicidade
Publicidade