Publicidade
Manaus
Manaus

Chacina elucidada: Polícia Civil prende dois suspeitos e apreende três armas usadas no crime

Crime aconteceu na manhã deste sábado (19), no Jorge Teixeira, quando quatro homens da mesma família foram assassinados - entre eles uma adolescente de 15 anos e um idoso de 60 20/09/2015 às 22:20
Show 1
A chacina aconteceu por volta das 6h da manhã de sábado, vitimando um adolescente de 15 anos, dois homens e um idoso
Joana Queiroz Manaus (AM)

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) prenderam na tarde de sábado (19) dois homens que não tiveram seus nomes revelados, como sendo os que forneceram as armas que foram usadas para executar quatro homens da mesma família na rua 7 do bairro Jorge Teixeira 4ª etapa. Eles apreenderam uma adolescente de 17 anos de idade que estava junto com os autores do crime identificados como “Peixinho”, “Leo” e “Maria”, além das três armas - dois revólveres e uma escopeta calibre 12.

Ontem (20), o delegado geral da Polícia Civil Orlando Amaral disse que a chacina da rua 7 já está 100% elucidada. “Já foram presos duas pessoas e uma adolescente foi apreendida e já temos os nomes dos que executaram o crime, estamos só tentando localizá-los para prendê-los”, disse Amaral. Ele não descarta que a motivação do crime tenha sido vingança por disputa de território de droga.

A chacina aconteceu por volta das 6h da manhã de sábado. As vítimas são o adolescente Vinicius dos Santos Bueno, de 15 anos, Francisco Marques dos Santos, 60, Pedro Cassiano dos Santos, 21, e Luís Carlos dos Santos Bueno, 25, executado a tiros numa mesma casa. Os criminosos chegaram ao local por volta das 6h. Eles invadiram duas casas onde as vítimas estavam e já foram atirando. Outra adolescente, companheira de Vinicius, conseguiu fugir levando o filho, um bebê de idade não revelada.

A adolescente de 17 anos de idade que estava com o grupo foi apreendida por policiais militares da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e levada para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). De acordo com o os policiais o depoimento da adolescente ajudou a polícia identificar e chegar ao endereço dos homens que forneceram as armas para o crime.  Os presos deverão ser apresentados hoje na DEHS. 

Informações preliminares colhidas no local do crime por investigadores da DHS dão conta de que o crime foi motivado por vingança e disputa pelo comando de território do tráfico. No início da semana, o adolescente, com a ajuda dos primos, teria assassinado o soldado de um dos traficantes da área identificado como “Lion” e este determinou que a família dos suspeitos fosse executada.

Em números

34 execuções: entre elas uma chacina no São José, foram registradas no fim de semana mais violento que Manaus já teve, em julho. O caso envolvendo disputa por tráfico e policiais militares mobilizou toda a estrutura da Secretaria de Segurança.

Publicidade
Publicidade