Publicidade
Manaus
PREVISÃO

Cheia do rio Negro em Manaus deve atingir nível máximo 28,70 metros em 2018

Dados constam no 3° Alerta de Cheia do Serviço Geológico do Brasil. Entretanto, a previsão é que a enchente atrase um pouco 30/05/2018 às 15:16
Show show 1207586
Foto: Arquivo A Crítica
Silane Souza Manaus (AM)

A cheia do rio Negro neste ano em Manaus deve atingir entre 28,20 a 28,70 metros, ficando 55 centímetros abaixo da enchente de 2017. Os dados constam no 3° Alerta de Cheia do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), divulgado nesta quarta-feira (28). 

A pesquisadora responsável pelo Sistema de Alerta do CPRM, Luna Gripp, disse que a previsão para Manaus é que a enchente natural atrase um pouco, isso significa que o rio Negro continuará subindo até o final de junho ou começo de julho, mas será dentro da normalidade.

Em outras calhas de rios no Estado, a situação é bem diferente. Conforme Gripp, o rio Madeira teve uma cheia significativa, mas começou a descer, então deixou de ser um problema. Já o Negro continua subindo, principalmente em São Gabriel da Cachoeira, onde no começo do ano teve diversos impactos por conta da vazante.

Essa região inclusive está em situação de emergência por conta da estiagem do início do ano. “Mas choveu bastante nos últimos dias, o rio subiu e está acima do normal. Agora a gente tem que acompanhar para tentar minimizar (os impactos) caso ocorra uma grande cheia lá”, afirmou Gripp.

A cheia também preocupa na calha do Amazonas. Hoje, a Defesa Civil do Estado colocou quatro cidades da região em estado de alerta por causa da subida das águas. São elas: Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá e Parintins. Com estas, sobe para sete o número de município na condição de alerta.

Humaitá, Borba e Nova Olinda do Norte, na bacia Madeira, já se encontravam em situação de alerta por conta da cheia. Outras duas cidades nesta mesma região, Manicoré e Novo Aripuanã estão em situação de emergência. A enchente nestas duas localidades afeta 4.542 famílias.

Publicidade
Publicidade