Publicidade
Manaus
Inundação

Chuva causa alagamento em diversas ruas e deixa família isolada em casa na Compensa

Três pessoas ficaram presas no 2º piso de uma residência e precisaram ser resgatadas. Houve inundação também nas avenidas Brasil, Torquato, São Jorge, Pedro Teixeira e Rodrigo Otávio 09/09/2016 às 11:02 - Atualizado em 09/09/2016 às 14:10
Vinicius Leal Manaus (AM)

A forte chuva que atingiu Manaus na manhã desta sexta-feira (9) causou alagamentos em diversos pontos da cidade, deixando inclusive uma família isolada dentro de casa no bairro da Compensa, conj. Aruanã, Zona Oeste. Segundo o Corpo de Bombeiros, três pessoas ficaram presas no 2º piso da residência, na rua Álvares Azevedo, e precisaram ser resgatadas.

Até o meio dia de hoje, a Defesa Civil Municipal havia registrado 13 ocorrências, principalmente de inundações. Os alagamentos aconteceram na rua Álvares Azevedo, conj. Aruanã, Compensa; av. Brasil, Compensa; na rua São João, Compensa; na av. Rio Negro, Santo Agostinho; e em uma rua no Parque São Pedro. Os riscos de desabamento foram em uma casa na rua da Indústria, Compensa; e em muros nos bairros São Francisco, Pq. São Pedro e Pq. das Nações.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) também registrou problemas no fluxo de veículos em diversas vias devido os alagamentos, como na avenida Pedro Teixeira, Zona Centro-Oeste; av. São Jorge, Zona Oeste; avenida Brasil, Zona Oeste; av. Torquato Tapajós, Zona Norte; e avenida Rodrigo Otávio, Zona Sul.

Das 8h até as 10h choveu 33,4 milímetros de água na cidade, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Já a Defesa Civil registrou 66 mm no próprio medidor, na Compensa. Conforme o Inmet, o volume de chuva da manhã de hoje representou quase seis vezes mais que todo o acumulado nos primeiros oito dias de setembro, que foi de 5,8 mm. Ainda segundo o órgão, no mês passado, agosto, Manaus teve 44,8 mm, sendo que o dia com maior incidência foi o dia 1º daquele mês, com 23 mm.

Ainda de acordo com o Inmet, a chuva foi acompanhada de descargas elétricas e de ventos intensos de até 40,8 km/h entre 8h25 e 8h30, classificados como “ventos frescos”. A umidade relativa do ar para o dia deve ficar entre 70% e 95% e a temperatura mínima de 26,6º C e de 30º C a máxima. O esperado para todo o mês de setembro é entre 43 e 83 milímetros.

Publicidade
Publicidade