Publicidade
Manaus
NO MERCADO

CIEE e IEL devem abrir pelo menos 560 vagas no programa Jovem Aprendiz em Manaus

O CIEE prevê a abertura de 440 vagas apenas no primeiro semestre do ano. Enquanto o IEL, acredita em 120 oportunidades 10/02/2017 às 05:00
Show iel
Foto: Euzivaldo Queiroz
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Estudantes que quiserem ingressar no mercado de trabalho terão novas oportunidades neste primeiro semestre de 2017 no programa Jovem Aprendiz. O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) prevê a abertura de 440 vagas para atuação em diversas empresas de Manaus. Enquanto o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), acredita em 120 oportunidades até abril. 

Segundo o supervisor regional do CIEE, Cláudio Ferreira, as vagas disponibilizadas pela instituição atingem milhares de empresas da cidade. Os setores são vários, como indústria, comércio, serviço e órgãos públicos federais.

“Com o CIEE, os estudantes que tiverem mais de 14 anos podem ingressar no programa Jovem Aprendiz. Ele passará quatro dias da semana na empresa, durante quatro horas. No quinto dia, ele será submetido a ingressar em cursos na nossa sede. O aluno atua na empresa conforme a especialização escolhida, que pode ser nas áreas do comércio, alimentação, telemática, entre outros”, informou o representante do CIEE.

Os interessados em participar do programa precisam cursar a partir do 9° ano do Ensino Fundamental, além de possuir carteira de trabalho, identidade e CPF. “Os alunos podem se inscrever e participar dos nossos cursos de forma gratuita. Com essas oportunidades eles terão um diferencial competitivo no mercado de trabalho”, ressaltou.

As inscrições para participar do Jovem Aprendiz no CIEE podem ser feitas por meio do site da instituição. “O estudante que entrar em uma empresa não deve receber menos que a metade de um salário mínimo, conforme a lei”, explicou Cláudio.

Vagas no IEL

As oportunidades oferecidas pelo IEL são para atuação de jovens em dez empresas em Manaus. A instituição capacita os alunos por meio de cursos aprovados previamente no Ministério do Trabalho.

“Os cursos do IEL além da capacitação profissional, conta com orientações voltadas ao Mercado de Trabalho, com ênfase em formar profissionais com perfil profissional adequado às necessidades das empresas”, disse a superintende regional do IEL, Andreá Campos.

Para inclusão no programa, o jovem deve candidata-se e passar por processo seletivo conjunto, com teste de matemática, português, dinâmicas de grupo. Também é realizada entrevista com o aluno para auxiliá-lo na escolha do curso.

“A idade mínima é 14 anos e máxima de 24 anos. Contudo, para algumas ocupações/cursos são para jovens a partir de 18 anos, devido as responsabilidades setoriais. Cabe destacar que as empresas dão prioridade aos jovens que estão cursando ou concluíram o ensino médio”, disse Campos.

As inscrições podem serem feitas por meio do email: jovemaprendiziel@iel-am.org.br, e também na sede do IEL/AM. 

Publicidade
Publicidade