Publicidade
Manaus
QUALIFICAÇÃO

Ciesa vai oferecer cursos de especialização para trabalhadores do Distrito Industrial

Convênio para pós-graduação vai oferecer desconto de 30% a 50%, a partir de abril; Mestrado e Doutorado também devem abrir futuramente 22/02/2019 às 11:36
Show whatsapp image 2019 02 22 at 10.57.43 7a55c9a4 923d 417c afa3 6eaa62833e56
(Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus

Com o foco voltado às demandas do PIM (Polo Industrial de Manaus), o Ciesa (Centro Integrado de Ensino Superior do Amazonas) e a Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas) pretendem firmar uma parceria, oferecendo cursos de especialização stricto sensu, Mestrado e Doutorado para os trabalhadores do PIM.

No início deste mês, representantes da indústria estiveram reunidos com o presidente da Fieam, Antônio Silva e com o reitor do Ciesa, Luiz Antônio, para conhecerem as propostas dos projetos de inserção na indústria e no empreendedorismo.

Para o reitor da instituição, a qualificação de mão de obra na indústria local e as cadeias produtivas na região são latentes. Por isso há uma grande necessidade de construir projetos que atendam a essa demanda. “Nós primamos inovar na construção de projetos de expansão para atender as demandas regionais. Além da relevância do capital intelectual, a ideia é criar novas oportunidades de trabalho na região com cursos específicos de pós-graduação, mestrado e doutorado para profissionais que atuam nestes segmentos”, destacou.

A coordenadora do curso de pós-graduação do Ciesa, Solange Holanda, explica que é a primeira vez que o centro de ensino, vai oferecer esse convênio diretamente voltado ao polo industrial. Será um convênio com descontos de 30% a 50%, nos cursos de Indústria 4.0 Logistica, Suply Chain e Transporte, Produção Lean Manufacture.

“A nossa ideia é alcançar e atender os colaboradores da indústria em áreas de concentração bem específicas.  Estamos com alguns cursos já fechados e ajustando mais dois. A partir de abril, esse convênio já valerá para os cursos de pós-graduação Latu Sensu”, frisou.

Já os cursos, stricto sensu, Mestrado e Doutorado, por serem mais complexos, estão aguardando as tratativas de autenticação para abrirem os editais.

Publicidade
Publicidade