Publicidade
Manaus
Manaus

Cinco comarcas do AM passarão por ações de reparo, garante presidente do TJAM

Desembargadora-presidente do TJAM, Graça Figueiredo, ainda anunciou a construção de fóruns em Benjamin Constant e Barreirinha. Além dos prédios, casas de juízes lotados no interior também devem ser reformadas 23/09/2014 às 18:41
Show 1
Anúncio foi feito pela desembargadora-presidente do TJAM, Graça Figueiredo
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A Divisão de Engenharia do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) anunciou reformas imediatas em prédios de comarcas localizadas em cinco municípios do Amazonas. Segundo a desembargadora-presidente do TJAM, Graça Figueiredo, outros dois devem receber a construção completa de fóruns de Justiça. As medidas de reparo incluem também casas de juízes lotados no interior do Estado.

A princípio ficou decidido que cinco municípios – Autazes, Careiro da Várzea, Humaitá, Parintins, e Carauari – serão contemplados com as ações de reparo. Já nos municípios de Barreirinha e Benjamin Constant terão que ser construídos novos fóruns. O engenheiro civil Alisson Oliveira, coordenador de obras do interior, explica que os municípios já foram avaliados pela divisão. “Esses sete municípios, segundo nosso levantamento, apresentam as piores condições estruturais”, informou.

De acordo com o diretor de engenharia do TJAM, Haryson Rombaldi, as obras do Careiro da Várzea e Autazes já foram iniciadas. “As outras comarcas dependem de alguns trâmites, mas serão iniciadas ainda este ano”, garantiu.

Projetos

Benjamin Constant e Barreirinha já têm projetos. Em Barreirinha, o prédio terá apenas um pavimento e abrigará uma vara, mas o local será ampliado, indo de 90m² para aproximadamente 180m². O prédio da comarca irá ganhar uma área técnica dos condicionadores de ar e banheiros, e terá recepção, sala de audiência, sala reservada para o Ministério Público, OAB, Defensoria Pública, sala de apoio, e copa. O de Benjamin Constant abrigará duas varas, e irá de 80m² para uma área de 250m², com quase as mesmas especificações.

As outras comarcas que ganharão reformas terão os serviços de reparação hidráulica e elétrica, modernização do quadro de energia, pintura, substituição de novas telhas. “Tudo isso será para que os fóruns funcionem sem problemas, de forma que não haja desperdício”, esclarece.

Além dos fóruns, as casas de juízes também terão reparos imediatos, visto que muitas residências encontram-se inabitáveis. “Muitos juízes não chegam a morar nas casas, porque muitas estão sem condições de uso, os móveis estão praticamente abandonados. Em paralelo às construções dos fóruns, vamos acompanhar essas reformas. O importante é fazer com que tudo seja feito, porém evitando gastos desnecessários”, finaliza.

Publicidade
Publicidade