Publicidade
Manaus
'Cine azul'

Cinema para autistas deve reunir 250 crianças em comemoração ao dia 12

Desta vez o filme será “Cegonha” e a sessão inicia às 11h na terceira edição do projeto 08/10/2016 às 11:17
Show cinema02
Desta vez o filme será “Cegonha” e a sessão inicia às 11h na terceira edição do projeto
Isabelle Valois Manaus

Para os familiares de crianças com autismo, Manaus ainda não tem uma estrutura necessária para desenvolver a prática de lazer para  essas crianças. Por causa disso e para comemorar a proximidade do dia das crianças, um grupo de mães realiza neste sábado (8) mais uma edição do projeto “Cine Azul”, quando levarão essa garotada ao cinema.

Mais de 250 crianças irão participar desta terceira edição do projeto. Desta vez o filme será “Cegonha” e a sessão inicia às 11h. Conforme uma das organizadoras do evento, a pedagoga Margareth Medeiros, a ideia surgiu quando ela começou a procurar meios de lazer para o neto autista, João Paulo Belarmino Filho, de 3 anos.

“Comecei a participar de vários grupos de mãe e familiares de crianças autistas e percebi que eles também tinham a mesma dificuldade de encontrar lazer para as crianças e que já haviam desistido de levar as crianças ao cinema, pois a maioria gosta de ficar andando pelo local e outros clientes reclamavam”, contou a pedagoga.

Margareth, então,  iniciou  conversas com os gerentes dos cinemas em Manaus para buscar um meio de conseguir a sessão especial para as crianças com autismo. “Por lei, as crianças precisam participar de uma sessão com quase 50% de luz, o som do cinema precisa ser mais baixo e as crianças tem que ter a liberdade de poderem circular no ambiente. Foi assim que iniciei as busca”, contou.

Na primeira edição, pelo menos 70 crianças participaram. A segunda edição  teve   80 crianças participando. A edição de neste sábado teve um salto de 170 crianças porque   Margareth Medeiros conseguiu a gratuidade do ingresso para os pequenos e o valor de meia entrada para os acompanhantes. “Muitas famílias não tem condições de conseguir pagar os ingressos. Por isso  conversei com o gerente do Cinemark do Studio 5. O gerente atendeu o pedido e irá proporcionar essa diversão para a garotada”, disse.

De acordo com a pedagoga, por lei, a criança com autismo tem a gratuidade, mas para conseguir isso, os responsáveis precisam passar por um processo burocrático e bem demorado, pois o Estado não possui um número de profissionais adequado na área da neurologia e psiquiatria para expedir o laudo pericial que comprova o autismo. Só com este laudo  a família consegue expedir a carteira federal de deficiente.

250 - Crianças com autismo irão participar desta terceira edição do projeto “Cine Azul” que acontece neste sábado, às 11h no Cinemark do Studio 5. O azul é a cor da campanha de sensibilização sobre o autismo em abril. Em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, 2 de abril, muitos prédios públicos e históricos são iluminados com essa cor.

Publicidade
Publicidade