Quinta-feira, 25 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
Ayub foi encaminhado para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa e ficará à disposição da Justiça
publicidade
publicidade

Manaus

Cinquentão é preso por aliciar meninas de 13 anos na Zona Norte

Menina de 13 anos confirmou participar do esquema, e disse que tanto ela quanto as outras cinco amigas faziam sexo com Ayub para ganhar presentes. Ele também oferecia bebida alcoólica a elas


18/04/2013 às 08:51

Ayub de Castro Lasmar, 55, continuava sendo investigado pela polícia após ser preso na última segunda-feira (15), em uma casa no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, por envolvimento em crimes de estupro de vulnerável, favorecimento à prostituição e fornecimento de bebida alcoólica a crianças e adolescentes.

Os Policiais Civis da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) chegaram até o homem após investigarem o envolvimento dele no aliciamento de cinco adolescentes de cerca de 13 anos na área onde morava.

De acordo com a Delegada Linda Gláucia de Moraes, o pai de uma das jovens registrou no último dia 22 de março o desaparecimento da filha, que não teria retornado para casa após sair da escola. A garota foi encontrada dias depois na casa de uma amiga, também no bairro Nova Cidade. Em depoimento, a menina disse que teria fugido de casa porque o pai brigou com ela, questionando-a sobre a origem de uma joia encontrada na casa.

publicidade

Segundo o Delegado Rafael Allemand, o pai teve conhecimento, por meio da mãe de uma das garotas que eram aliciadas por Ayub, que a filha já não era mais virgem e que vinha mantendo relações sexuais com o suspeito em troca de joias e quantias em dinheiro. A filha confirmou participar do esquema, e disse que tanto ela quanto as outras cinco amigas faziam sexo com Ayub para ganhar presentes. Segundo as vítimas, em depoimento, ele também oferecia bebida alcoólica a elas.

“Todas as vítimas e os pais e responsáveis das meninas foram ouvidos. As garotas passaram por exames periciais e pelo setor psicossocial da DEPCA. Dessa maneira constatamos a materialidade dos crimes”, disse a Delegada Linda Gláucia.

O pedido de prisão preventiva de Ayub foi solicitado junto à Justiça no último sábado (13), e foi aceito pela juíza Margareth Rose Cruz Hoagen. Ayub foi encaminhado para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa e ficará à disposição da Justiça.

#Com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil

publicidade
publicidade
Jair Bolsonaro retira sigilo bancário de operações com recursos públicos
Homem que matou vizinho em estância é condenado a 15 anos de prisão
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.