Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Cotidiano, Sejel, Galera Nota Dez, denúncia

Colaboradores do Programa Galera Nota 10, em Manaus, reclamam de salários atrasados

Há aproximadamente dois meses os estagiários e instrutores do programa coordenado pela Sejel estariam sem receber



1.jpg Jovens realizam atividade física no núcleo do programa, no bairro Amazonino Mendes
14/03/2012 às 14:52

O pagamento dos salários de instrutores e estagiários que atuam no programa Galera Nota 10, do Governo do Estado, estaria a dois meses atrasados, de acordo com um grupo de profissionais que trabalha no projeto.

Atuando com adolescentes que se encontram em estado de risco social e pessoal – tráfico de drogas, galeras, entre outros -, o programa é coordenado pela Secretaria de Estado da Juventude, Desportos e Lazer (SEJEL), e oferece atividades diversas como esportes, dança  teatro, entre outras nos bairros de Santa Etelvina e Amazonino Mendes, ambos na Zona Norte de Manaus; Alvorada, Zona Oeste; Betânia, Zona Sul, e São José, Zona Leste.  



“Já estamos há quase dois meses sem receber e ninguém nos dá uma satisfação do porque do atrase e quando iremos receber os nossos salários”, informam duas estagiárias da área de Educação Física e Serviço Social, que atuam no bairro da Betânia, mas preferiram não se identificar, por temerem represálias.

Providências
A Sejel por meio de sua assessoria de comunicação confirmou o atraso no pagamento dos estagiários e instrutores, e que o mesmo estaria ocorrendo por questões burocráticas.

Ainda de acordo com a assessoria do órgão, até o final do mês de março, os pagamentos atrasados dos colaboradores do programa estarão regularizados.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.