Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
ABRIGO

Coletivo arrecada verbas para criar casa de acolhimento a LGBT+ em Manaus

A ideia de abrigar LGBTs expulsos e abandonados pela família não é uma novidade no Brasil, mas será a primeira vez em Manaus



1273154.jpg Foto: Divulgação
18/09/2017 às 09:01

Além da violência física e psicológica, abandono e negligência são alguns dos principais problemas da juventude LGBT, sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, dos Travestis, Transexuais e Transgêneros. A situação piora, quando a família expulsa a pessoa de casa. Em Manaus, o grupo o Manifesta LGBT+ se atentou para essa necessidade e criou o projeto da Casa de Acolhimento para as pessoas que estão em estado de vulnerabilidade.

Segundo o presidente do grupo Manifesta LGBT+, Gabriel Mota, a Casa de Acolhimento não é uma novidade no Brasil, mas será a primeira vez que Manaus terá essa iniciativa. Para isso acontecer, é preciso de contribuição. Por causa do alto valor do projeto, o grupo desenvolveu uma vaquinha online que tem o objetivo de angariar mais de R$ 100 mil. “Esse é um projeto que pretende mudar vidas, principalmente pelo número grande de jovens que são expulsos de suas residências. São milhares de denúncias no disque 100 só em Manaus. Temos os diversos casos de pessoas que foram agredidas e expulsas, ou até mesmo sofrem ameaças”, explicou.

O projeto da Casa de Acolhimento de Manaus está previsto para funcionar por 12 meses. A ideia inicial é atender pelo menos oito pessoas que receberão todos os atendimentos necessários. “Nossa casa vai oferecer todo o serviço de amparo social, vamos abrigar as pessoas no período de três a seis meses, tempo que imaginamos ser o suficiente para a independência deles. O espaço será autogerido pelos próprios moradores da casa”, contou.

Além da vaquinha online, o grupo Manifesta LGBT+ também está aceitando doações para que os jovens possam receber todo o conforto necessário. Quem puder doar quantias em dinheiro pelo vaquinha online no endereço www.vakinha.com.br/vaquinha/casa-de-acolhimento-lgbt-manaus ou oferecer algum serviço voluntário, pode entrar em contato com o número(92) 98118-9174.

Grupo de diálogo e informação

O Manifesta LGBT+ nasceu em 2016.  É um grupo que luta pelos direitos LGBT+ com ações em diversos âmbitos e oferecendo suporte às pessoas da comunidade em geral.  Os voluntários realizam palestras e reuniões semanais discutindo ações e informando os membros sobre identidade de gênero.

Para Gabriel Mota, mais do que ajudar com acolhimento, o grupo conversa com o jovem vulnerável e muitas vezes eles nem sabem que existem outras pessoas com o mesmos pensamentos e atitudes. “Muitas vezes, os jovens que conversam no grupo tem muita certeza do que são, mas muitos deles buscam se identificar com algum gênero seja ele binário ou não. Por isso nós buscamos ajudá-los dessa forma”, explicou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.