Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Manaus

Coletivo desgovernado invade parada de ônibus e atropela seis na Zona Leste de Manaus

Condutor do 408 perdeu controle do veículo, invadiu ponto de embarque, atingiu traseira de outro coletivo que estava estacionado, o 069, e passou por cima de pessoas. População ficou revoltada e tentou linchar motorista



1.gif Acidente aconteceu na avenida Autaz Mirim, bairro Monte Sião, Zona Leste da capital
01/10/2014 às 16:23

Seis pessoas ficaram gravemente feridas, e outras tiveram escoriações e ferimentos leves, após serem atropeladas por um ônibus desgovernado que invadiu um ponto de embarque localizado na avenida Autaz Mirim, no bairro Monte Sião, Zona Leste de Manaus, no início da manhã desta quarta-feira (1º). O motorista da linha 408 perdeu controle da direção, atropelando os passageiros.

A colisão aconteceu por volta das 6h, quando muitos trabalhadores estavam na parada de embarque. Conforme a polícia, ao perder o controle da direção, o motorista do coletivo 408, de placas OAM-3710, não conseguiu frear a tempo, atingiu traseira de outro coletivo que estava estacionado no local (da linha 069), subiu a calçada e depois passou por cima das pessoas.

“Quando cheguei tinha cabeça quebrada, fratura exposta... Muita gente ferida”, contou o tenente da Polícia Militar (PM) Medeiros, da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que foi ao local atender a ocorrência. Segundo ele, três viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram deslocadas para fazer o socorro às vítimas do acidente.


Após serem retiradas do local, as seis pessoas gravemente feridas foram levadas para os hospitais Platão Araújo e João Lúcio, na Zona Leste da capital. O estado de saúde delas ainda não foi divulgado. Outras pessoas, que não foram atingidas pelo ônibus, e moradores do local, quiseram agredir o motorista do 408, que foi protegido pela PM e levado pelos policiais para o hospital.

Após o socorro às vítimas, peritos do Instituto de Criminalística e investigadores da Polícia Civil do Amazonas compareceram ao local para recolher provas e vestígios do acidente. O caso ainda não foi registrado em nenhuma delegacia de polícia, o que deve ocorrer ainda nesta quarta-feira (1º). Um delegado deve, então, investigar as causas do acidente e recolher depoimentos de testemunhas.

Estado de saúde

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde, no HPS João Lúcio foram hospitalizadas duas vítimas do acidente: Roberto Barroso Matos, 47, que cortou os supercílios e levou 4 pontos; e Obelirna Menezes Rodrigues, 34, que sofreu escoriações no braço e recebeu 3 ponto. Ambos passaram por ortopedista, cirurgião e neurologista, e depois foram liberados.

Já no HPS Platão Araújo foram hospitalizados dois pacientes: Ana Claudia Costa, de idade não informada, que fraturou a tíbia e ficará internada para observação; e Glaucia Joelma Pereira Araújo, que também não teve idade divulgadam, e fraturou o braço esquerdo, passou por avaliação e procedimentos de imobilização, e posteriormente também recebeu alta.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.