Publicidade
Manaus
Manaus

Com 12 kg de cocaína, 'Musa do Instagram' é presa em laboratório de drogas na Zona Sul

Levando uma vida de luxo com direito à ostentação nas redes sociais, jovem de apenas 20 anos é suspeita de comandar um laboratório de refino, embalo e distribuição de drogas com o namorado, que fugiu durante abordagem policial. Com ela, também foi encontrada uma arma de uso restrito 13/02/2015 às 14:52
Show 1
A polícia acredita que Daniela seja associada à FDN e distribuía drogas a serviço da facção criminosa
Fabio Oliveira Manaus (AM)

A universitária Rafaela Blanco de Almeida, de 20 anos, conhecida nas redes sociais como "Musa do Instagram", foi presa com 12 quilos de cocaína na noite de quinta-feira (12), em uma casa no bairro São Francisco, na Zona Sul de Manaus. Seu namorado, Vitor Hugo Ferreira Lessa, tambem de 20 anos, com quem Rafaela  supostamente dividia o comando do local, foi preso nesta sexta-feira (13).

De acordo o delegado adjunto do Departamento Especializado contra o Narcotráfico (Denarc), Thyago Tenório, a estudante foi presa após uma denúncia anônima, informando que em uma residência localizada na rua Pimenta Bueno funcionava um laboratório de refino, embalo e distribuição de de drogas.

"Na casa onde ela estava tinha nove quilos da droga e, pela noite, já com a Rafaela detida, recebemos outra denúncia de que havia mais drogas em uma casa no bairro de Petropolis, onde foi encontrado mais três quilos", explicou Thyago Tenório.


O delegado afirmou que Rafela e o companheiro, cujo nome não foi revelado, preparavam a droga e distribuíam em bocas de fumo pela cidade. O namorado já teve a prisão decretada, mas conseguiu escapar da abordagem. Ele foi capturado no fim da manhã desta sexta-feira e será apresentado à imprensa ainda nesta tarde, na sede da Delegacia Geral.

Conforme a Polícia Civil, responsável pelas investigações, o casal trabalha para a facção criminosa Família do Norte (FDN). Segundo o delegado da Denarc, no celular de Rafaela haviam várias fotos de ostentação em festas de luxo, principalmente, demonstrando um estilo de vida confortável.


"Os dois não trabalham e mesmo assim viviam uma vida de luxo. Ela é universitária e malha em uma academia da alta sociedade. Tudo isso é certamente usufruído do dinheiro do tráfico de drogas", competou.

À imprensa, ela negou ter envolvimento com o tráfico de drogas. Ela não tem passagem pela polícia local, mas agora será autuada por tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de porte ilegal de arma de fogo, pois também foi encontrada uma pistola de uso restrito da polícia com a jovem.

Publicidade
Publicidade