Publicidade
Manaus
TENREIRO ARANHA

Com obras de revitalização parada, Praça Tenreiro Aranha vira refúgio de criminosos

Comerciantes e clientes afirmam que convivem com o medo de serem vítimas e reclamam da falta de policiamento 10/05/2017 às 10:51
Show capturar
A previsão de conclusão dos trabalhos era outubro de 2016. (Foto: Gilson Mello/Freelancer)
Álik Menezes Manaus

A praça Tenreiro Aranha, que está com as obras de revitalização paradas há mais de um ano, se tornou refúgio de criminosos que realizam arrastões e outros furtos no Centro. Comerciantes e clientes afirmam que convivem com o medo de serem vítimas e reclamam da falta de policiamento. 

A obra na praça iniciou em agosto de 2015, mas até fevereiro desse ano estava com apenas 34% concluída segundo dados do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas. Mas ontem, informou que apenas 29,90% das obras foram concluídas. A previsão de conclusão dos trabalhos era outubro de 2016. 

Enquanto a praça está isolada por tapumes de zinco, comerciantes relataram que sofrem assaltos e furtos diariamente. “Eles entram aí depois que roubam as pessoas ou até mesmo ficam à espreita para furtar as pessoas que passam próximo dos tapumes, fazem buracos no zinco e puxam as coisas das pessoas”, disse a comerciante Diana Vieira, 43. 

Segundo ela, os assaltos acontecem diariamente a qualquer hora e aumentaram após a revitalização da praça ficar completamente abandonada. “Antes era de vez em quando, mas agora eu vejo todo santo dia alguém ser furtado por esses vagabundos. E o pior é que a sensação de impotência porque eles conhecem a gente, se fizer algo eles vem pra cima da gente”, contou. 

Uma vendedora de 30 anos, que pediu para não ser identificada, contou que foi assaltada há duas semanas quando saia do trabalho e teve medo de ser estuprada.  


Para a estudante universitária Sindia Siqueira, 25, o atraso na obra de revitalização é revoltante e se agrava quando o local público começa a servir de ‘morada’ de bandidos. “Uma praça nessa área central valoriza ainda mais a nossa cidade. Pensar que essa praça está servindo de abrigo para vagabundo revolta qualquer um, eu passo aqui com medo. Por que não concluem logo isso e cadê a segurança?”, questionou. 
 

Polícia


O capitão Rayleno Pereira, comandante da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), informou que todas as denúncias da população são verificadas e, quando necessário, o policiamento é reforçado. “Estou assumindo hoje (ontem) o comando da Cicom e estou sabendo agora dessa ação na Praça Tenreiro Aranha. Vamos reforçar ainda mais o policiamento na área e destacamos a importância da população nos procurar para que possamos atuar com mais força ainda”, disse

Segundo o capitão, há atuação da polícia em viaturas e a pé em todo o Centro de Manaus, principalmente em áreas consideradas de risco. “Temos as duplas Cosme e Damião, o policiamento em viatura e os policias sem farda, que são da inteligência, mas garanto que reforçaremos cada vez mais”, disse. 

Prefeitura

A Prefeitura de Manaus informou que o quadro de comando do programa passou recentemente por mudança. “Por determinação do prefeito Arthur Virgilio Neto a nova equipe está apurando quais empecilhos atrapalharam o andamento das obras até aqui e adotando medidas que acelerem a sua finalização”.

Publicidade
Publicidade