Publicidade
Manaus
DESFILE NAVAL

Comando da Flotilha comemora 150 anos na região amazônica com programação especial

Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN) realizará variada programação para comemorar marca. Neste domingo (3) acontece o Desfile Naval pelo Rio Negro 02/06/2018 às 16:47
Show whatsapp image 2018 06 02 at 16.34.35
acritica.com Manaus (AM)

Para dar início à programação, durante a Visitação Pública "Conheça a Flotilha do Amazonas", a sociedade manauara terá a oportunidade de conhecer as instalações e a rotina marinheira do Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) "Oswaldo Cruz"; do Navio-Patrulha Fluvial (NPaFlu) "Amapá" e do Navio-Patrulha (NPa) "Pampeiro" subordinado ao 4º Distrito Naval, que está em exposição.

Neste domingo (03) será realizado um Desfile Naval pelo Rio Negro, passando pela Praia da Ponta Negra, às 10h. Participarão do desfile os Navios-Patrulha Fluviais (NPaFlu) "Pedro Teixeira", "Raposo Tavares", "Roraima", "Rondônia" e "Amapá"; os Navios de Assistência Hospitalar (NAsH) "Doutor Montenegro", "Oswaldo Cruz", "Carlos Chagas"; o Navio-Patrulha (NPa) "Pampeiro" (subordinado ao 4º Distrito Naval); e duas aeronaves do 3° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU3). 

Dando continuidade à programação, o ComFlotAM realizará, no 05 de junho, a Cerimônia Militar alusiva aos 150 anos, mediante convite. A solenidade acontecerá, às 10h, no Complexo Naval do Rio Negro, Distrito Industrial de Manaus. Na ocasião, serão entregues o Certificado de Militar Padrão do ComFlotAM e do Troféu Eficiência aos Navios agraciados. 

Com o intuito de captar doadores e cooperar com o aumento do estoque do Banco de Sangue do Estado, o ComFlotAM, também, realizará entre os seus militares a Campanha de Doação de Sangue, no dia 6 de junho, a partir das 8h30, no Complexo Naval do Rio Negro. A ação contará com o apoio da unidade móvel da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (HEMOAM).

Saiba mais 

Criada em 02 de junho de 1868, a Flotilha do Amazonas é a unidade da Marinha atuando há mais tempo na Amazônia Ocidental. Dentre as suas principais tarefas, destacam-se: 

A Patrulha Naval que tem a finalidade de implementar e fiscalizar o cumprimento de leis e regulamentos em águas jurisdicionais brasileiras, na Plataforma Continental brasileira e no alto-mar, respeitados os tratados, convenções e atos internacionais ratificados pelo Brasil.

A Assistência Hospitalar (ASSHOP) às populações ribeirinhas da Bacia Amazônica, que ocorrem ao longo de todo ano, com uma média anual de cerca de 45 mil pessoas atendidas, e cada polo é visitado, pelo menos, duas vezes ao ano, salvo quando as condições de navegabilidade não permitem. No ano passado, 200 localidades receberam a visita dos “Navios da Esperança”, onde foram realizados mais de 61.500 atendimentos.

Os navios também cooperam com as atividades de Inspeção Naval realizadas pela Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC). A Inspeção Naval é uma atividade de cunho administrativo, que consiste na fiscalização do cumprimento das Leis, das normas e regulamentos decorrentes da Lei Nº 9.537, de 11 de dezembro de 1997, e dos atos e resoluções internacionais ratificados pelo Brasil, no que se refere exclusivamente à salvaguarda da vida humana e à segurança da navegação, no mar aberto e em hidrovias interiores, e à prevenção da poluição ambiental por parte de embarcações, plataformas fixas ou suas instalações de apoio; e contribuir para a cooperação em operações fluviais com as demais Forças Armadas e os outros órgãos governamentais.
 
Atualmente, o ComFlotAM dispõe de quatro Navios de Assistência Hospitalar (NAsH): “Doutor Montenegro”, “Oswaldo Cruz”, “Carlos Chagas” e “Soares de Meirelles” e cinco Navios-Patrulha Fluviais (NPaFlu): "Pedro Teixeira", "Raposo Tavares", "Roraima", "Rondônia" e "Amapá".

Publicidade
Publicidade