Publicidade
Manaus
Manaus

Comerciante fere um e mata dois assaltantes na Zona Norte de Manaus

De acordo com a polícia, o autor das duas mortes foi o proprietário de uma distribuidora 11/08/2013 às 12:03
Show 1
De acordo com a polícia, o autor das duas mortes foi o proprietário da distribuidora, de 48 anos
LÚCIO PINHEIRO ---

Tarcísio Silva, de 19 anos, e Odson dos Santos, de 20 anos, foram mortos, na noite de sábado, segundo a Polícia Civil, quando tentavam assaltar uma  distribuidora, no bairro Santa Etelvina, na Zona Norte de Manaus. De acordo com a polícia, o autor das duas mortes foi o proprietário da  distribuidora, de 48 anos. Ao perceber a ação de Tarcísio e Odson, o comerciante reagiu ao assalto, atingindo os dois assaltantes com um revólver calibre 38.

O caso foi registrado do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Segundo os registros da polícia, o primeiro assaltante a ser atingido pelo comerciante foi Tarcísio, em seguida Odson, quando já tentava fugir do local, na rua.

Segundo vizinhos, os dois assaltantes estavam armados, e tinha chegado ao local de moto. A assessoria da Polícia Civil que testemunhas informaram que a dupla estava acompanha de uma terceira pessoa, que fugiu durante a ação.Registros da polícia apontam que os dois assaltantes foram atingidos com tiros nas costas. Tarcísio foi morto com dois disparos, e Juquinha com um.


Segundo o registro do Instituto Médico Legal (IML), Tarcísio era industriário, e morava na rua 5 do conjunto Manôa, no bairro Cidade Nova, também na Zona Norte. Juquinha era natural de Itacoatiara, mas trabalhava em Manaus como frentista e também estava morando na Zona Norte da capital, na rua Santa Dorotéia, no Terra Nova 2. A reportagem esteve ontem no lugar do assalto, mas a distribuidora estava fechada. Segundo moradores do local, o prédio onde funciona a distribuidora é alugado. E o comerciante não apareceu por lá desde o ocorrido.

De sábado para domingo, a Delegacia de Homicídios registrou mais três crimes por arma de fogo em Manaus. No bairro Educandos, na zona Centro-Sul, o camelô Jessé Coelho, de 38 anos, foi assassinado com seis tiros.O crime aconteceu por volta das 18h de sábado, na rua Amâncio Araújo, próximo à ponto do Educandos. Até a manhã de domingo, o autor do crime não tinha sido identificado pela polícia.A polícia também não tinha pistas do assassino do auxiliar de produção Marcos Antônio Mendes, de 24 anos. Ele foi atingido com cinco tiros, na rua Universal, no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste, por volta das 5h do sábado. Foi levado ao Pronto-Socorro Platão Araújo, na mesma zona da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.


No IML, estava sem identificação até a manhã de ontem o corpo de um homem morto por arma de fogo. A vítima aparentava ter em 40 e 45 anos, medido 1,70 metros de altura, O cadáver foi encontrado por volta das 23h do sábado, na rua Jacaré, no bairro Jorge Teixeira. O homem tem tatuados no braço um tigre e um dragão. Trajava uma bermuda marrom e uma camisa marrom escuro.


Publicidade
Publicidade