Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Manaus

Comerciantes de Manaus apostam em incremento de até 15% nas vendas de Dia das Mães

A projeção de lojistas ouvidos por A CRÍTICA é de que a data renda ao segmento um incremento superior aos 3% projetados pela CDL-Manaus, na última semana



1.jpg De acordo com o presidente da CDL-Manaus, Ralph Assayag, o movimento no centro da cidade de consumidores em busca do presente para o Dia das Mães só deve se intensificar a partir da próxima quarta-feira, 6
03/05/2015 às 21:03

Mesmo com o movimento ainda tímido para o Dia das Mães, os comerciantes do Centro da cidade apostam na data para incrementar as vendas do setor, que estão abaixo da expectativa desde o início do ano.

A projeção de lojistas ouvidos por  A CRÍTICA  é de que a data renda ao segmento um incremento de até 15% nas vendas, expectativa bem superior aos 3% projetados pela Câmara dos Dirigentes lojistas de Manaus (CDL-Manaus), na última semana.

O otimismo é necessário para enfrentar a  crise, segundo a gerente da loja de roupas Millano Modas da Rua Marechal Deodoro, Eina Oliveira.  “O momento é delicado e as pessoas estão evitando gastos extras, mas ainda assim, apostamos em um crescimento de até 15%”, avaliou. 

 Segundo ela, para alcançar  este índice, as promoções são essenciais. “O setor de vestuário geralmente fatura bem nesta época, ainda mais agora que a procura por presentes mais “em conta” é maior. Para ajudar, estamos investindo em descontos de até  50%. 

Estratégias

Para atrair os clientes, os comerciantes definiram novas estratégias de venda. A loja Centro da Moda, também na Marechal Deodoro, já está com a vitrine decorada e com peças de vestuário a partir de R$ 12.

 “O comércio registrou um mês de abril muito ruim em vendas. Para nos recuperarmos adiantamos a decoração e as promoções”, contou a gerente da loja, Ingrid Oliveira. 

Já na City Lar da Avenida Eduardo Ribeiro, o gerente de vendas, Jorge Luiz Soares, apostou nos eletrodomésticos de custo médio. 

“Ao invés de usarmos os televisores e notebooks como carro-chefe, destacamos na frente da loja produtos como liquidificadores e cafeteiras. Os smartphones de até R$ 800 também são destaques”, explicou.

Movimento cresce a partir desta semana

De acordo com o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), Ralph Assayag, o movimento no centro comercial da cidade de consumidores em busca do presente para o Dia das Mães só deve se intensificar a partir da próxima quarta-feira, 6.

Segundo ele, o feriado do dia primeiro de maio seguido do fim de semana teria adiado a ida do manauara às lojas. “Mas após o dia 5, quando a maior parte das pessoas recebe o pagamento do mês e decide ir às compras é que vamos poder medir com mais clareza o aquecimento para a data”, esclareceu.

Em ocasião anterior, o dirigente já havia projetado um crescimento moderado para o setor entre 2,5% e 3%. Porém, apesar da projeção tímida, Assayag assegurou que os lojistas não estão parados e que pelo menos 400 empregos temporários  estão disponíveis para trabalhadores  que desejam uma vaga no setor.

Presentes

De acordo com a Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas do Amazonas (FCDL-Amazonas), o ticket médio para presentear na data será de R$ 64. Os consumidores devem preferir peças de vestuário, calçados e artigos de perfumaria.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.