Publicidade
Manaus
Manaus

Comerciantes do Vieiralves pedem da SSP providências para a região, alvo constante de assaltos

Morte de empresário, com um tiro na cabeça, durante tentativa de assalto foi a mais recente tragédia registrada no bairro, que é predominantemente comercial 20/09/2015 às 21:46
Show 1
Entrada do salão de João Paulo, no conjunto Vieiralves, estava repleta de coroas de flores em sua homenagem
Joana Queiroz Manaus (AM)

Membros da Associação dos Empresários do Vieiralves vão se reunir hoje à tarde com o secretário de Segurança Pública Sérgio Fontes e na terça-feira com o comandante do Comando de Policiamento Metropolitano coronel Franclides Ribeiro para  cobrar providências para melhorar a segurança, principalmente no centro comercial do conjunto onde é comum acontecer assaltos em via pública e também para cobrar a elucidação da morte do empresário e cabeleireiro João Paulo Baarz, 35, vítima de latrocínio na última sexta-feira.

Números da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas revelados pela coluna Sim & Não de hoje (21) mostram que, de janeiro a julho desse ano, 542 homicídios foram praticados em Manaus, estatísticas semelhantes aos 529 assassinatos registrados em  São Paulo, que tem 12 milhões de habitantes, também no primeiro semestre de 2015.

A escalada desse tipo de crime em Manaus assusta a população e pressiona quem tem a missão de freiá-la. De acordo com a presidente da associação, Adlinez Moreno a morte de Baarz consternou todos os empresários que prometeram cobrar do secretário mais efetivo para a área.

Amigos do dono do Stúdio João Paulo, na rua Eiru, ainda abalados pela morte dele, desde o dia do crime estão levando flores, cartazes com pedidos de justiça para frente do salão, onde também estão acendendo vela. Também amanhã os empresários estarão usando um laço preto na lapela de suas blusas em forma de luto pela morte de João Paulo. “É uma forma de prestar solidariedade ao João Paulo e também chamar a atenção das autoridades de segurança”, disse Adlinez.


Ontem (20), o delegado geral da Polícia Civil Orlando Amaral disse que a morte do empresário está sendo investigada pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD). No mesmo dia do crime a polícia deu início às investigações, mas até ontem ainda tinha conseguido identificar os criminosos. “Esse tipo de investigação é mais complexo e exige tempo e dedicação maior. Estamos requisitando imagens de câmeras particulares, inclusive do banco onde a vítima fez o saque, para tentar identificar os assassinos”, revelou Orlando Amaral.

João Paulo Baarz, morto com um tiro na cabeça durante uma tentativa de assalto, em via pública na área comercial do Vieiralves, Zona Centro-Sul, O crime causou revolta nos empresário do local e deixou os funcionários dos estabelecimentos com medo. Por voltas das 11h, ele saiu do salão para ir ao banco sacar dinheiro, mas levou um tiro quando retornava. a um quarteirão do seu estabelecimento.

Latrocínios

Os últimos casos de latrocínio (roubo seguido de morte) que chocaram Manaus foram do taxista Vivaldo Lúcio Ferreira de Souza, 56, ocorrido na manhã do dia 3 de agosto na avenida Mário Ypiranga, no bairro Adrianópolis, Zona Sul, e do autônomo Messias Rosa Esteves, 33, morto com um tiro no peito, na rua B, conjunto Canaranas, Cidade Nova, Zona Norte, quando ia para a academia.

Seguido após sacar dinheiro

De acordo com familiares, João Paulo estava voltando da agência do Bradesco, da avenida Djalma Batista onde havia feito um saque de valor não revelado, quando foi abordado por dois homens que estavam em uma motocicleta Honda Titan de cor preta e placa não identificada, pilotada por um homem que vestia uma blusa de mototaxista e na garupa outro homem de camiseta verde e usando um boné preto.

Testemunhas, entre eles um professor de educação física de uma academia próxima, disseram que o homem da garupa pediu o pacote com dinheiro que João Paulo trazia. Ele se negou a entregar e o criminoso sacou a arma, atirando na cabeça dele. Os ladrões fugiram sem conseguir levar o dinheiro.

Publicidade
Publicidade