Publicidade
Manaus
Manaus

Comércio antecipa liquidações para atrair clientes em Manaus

Vendas abaixo do esperado no Natal levaram lojistas a começar em dezembro as tradicionais promoções de início de ano 30/12/2014 às 08:14
Show 1
De acordo com lojistas, movimento de consumidores até aumentou em relação ao ano passado, mas gasto médio está sendo menor neste ano
camila leonel ---

Descontos entre 20% e 70%, essa é a estratégia usada pelo comércio para atrair o cliente que deixou as compras de fim de ano para depois do dia 25 ou chamar a atenção daqueles que não resistem a uma promoção. E com as vendas abaixo do esperado, as promoções de “queima de estoque”, que geralmente começam em janeiro, foram adiantadas. Já no dia 26, era possível ver lojas com placas de liquidações e descontos.

Ralph Assayag, presidente da Câmara dos Lojistas de Manaus (CDLM), disse ainda não tem números do desempenho das vendas, mas é certo que a abertura de novas lojas em 2014 aumentou a concorrência. “Nesse ano nós tivemos uma concorrência muito grande, com a abertura de 400 novas lojas. Alguns conseguiram crescer, mas tem loja que vai precisar se adequar para voltar a crescer e não perder seus clientes”, disse.

No Centro de Manaus, as lojas oferecem de 20% a 50% de desconto. De acordo com Henrique de Carvalho, gerente do uma loja de calçados as promoções começaram no dia 26. “Estamos esperando aquele cliente que não comprou presente de natal que possa dar aquele presente atrasado e estamos dando um bom desconto de 40%. Ainda não sentimos o efeito que a gente esperava para vendas. Hoje é dia 29 e a gente sente que o comércio ainda está frio. Vamos esperar para os dois últimos dias de dezembro que faltam”, disse.

Segundo o gerente, as vendas nesse ano foram menores do que o esperado. “Não é só nós, os outros lojistas estão reclamando que teve uma queda. Muitas lojas sentiram, confecção, calçados, todos sentiram uma grande diferença”. Cleber Silva, gerente de outra loja de calçados disse que apesar de muita gente ter comprado nesse ano, o valor das compras não foi alto.“Não ultrapassamos as vendas em relação ao ano passado, a quantidade de gente comprando foi grande, mas não deram aquele “tchan” em relação ao ano passado”.

Nos shoppings de Manaus, desde sexta-feira, as lojas oferecem até 70% de desconto. Jucélia Santos, auxiliar-administrativo de uma loja de departamento disse que toda a loja está com até 70% de desconto. “Nós iniciamos uma liquidação nacional na sexta-feira. Essa remarcação sempre ocorre em janeiro, mas nesse ano ela foi adiantada”. Em outra loja de confecções, segundo a sub-gerente Bruna Katrine,“as vendas foram melhores do que as de 2013”.

Descontos dividem opiniões

Entre os consumidores que foram às compras, as opiniões estavam divididas. Para a diarista Mikaele da Silva o preço “não mudou muito não. Eu vim trocar uma sandália que eu comprei e comprar outras coisas, mas não vi tanta diferença de preço”. A doméstica Lúcia de Paula foi fazer compras de última hora e afirmou que também não viu grandes promoções. “Eu vim fazer compras de roupa e sapato em cima da hora e eu acho que está na mesma, mas como eu estou sem tempo o que agradar a gente leva sem ficar olhando pro preço”.

Já a cabeleireira Rosângela Santos encontrou roupas e sapatos com o preço mais em conta. “Eu vim comprar roupas e sapatos e estamos aproveitando as promoções agora que o natal passou e a gente também deixou para agora porque eu tenho pouco tempo e nessa semana estou mais livre e a proposta de baixa de preços é um atrativo a mais”, disse.

Alta de 3% nos shoppings

No Brasil, a venda de varejo em shopping Center cresceu 3% nesse final de ano. De acordo com informações da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), um dos motivos para esse crescimento foi o aumento no número de shoppings no País. Se a comparação entre 2014 e 2013 levar em conta o mesmo número de lojas o resultado é igual ou até inferior ao ano passado.

O segmento de perfumaria e cosmético foi o que teve melhor desempenho no Natal de 2014, com vendas 10%, em seguida vem o setor calçadista com 9,5%. O ramo de óculos, bijuterias e acessórios teve crescimento de 9% ante o mesmo período de 2013.O vestuário cresceu 8,5%.

Publicidade
Publicidade