Domingo, 16 de Maio de 2021
OPERAÇÃO CHEIA 2021

Comunidade afetada pela cheia no Mauazinho inicia cadastro de benefício social

Cerca de 300 famílias do Beco Pescador irão receber auxílio da Prefeitura de Manaus durante o período da cheia do Rio Negro



8a4a8656-5e52-4604-93d4-3103963c7205_1BDC5C34-CE79-49E4-A9D8-A6A247D59DB2.jpg Foto: Gilson Mello
19/04/2021 às 12:44

Ao menos 300 famílias do beco Pescador, no bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus, receberão assistência durante a Operação Cheia 2021 da Prefeitura de Manaus. O cadastro de famílias para recebimento de benefício social começou nesta segunda-feira (19). A localidade já conta com 450 metros de pontes de madeira construída para facilitar a mobilidade de moradores.

A doméstica Samara da Silva Gonçalves, 47, será uma dessas beneficiárias. Moradora há 10 anos do beco Pescador, ela comenta que a alagação é realidade durante o período de cheia.



"Todos os anos é a mesma coisa e a gente fica debaixo d'água, não tem para onde ir. As pontes construídas melhoraram a nossa vida, já que estavam se desfazendo. Nós aceitamos ajuda de cestas básicas também", relatou.

De acordo com o prefeito David Almeida, as ações de mobilização em meio a cheia do Rio Negro chegarão a mais de 15 bairros mapeados pela equipe da Defesa Civil de Manaus. Ao todo, quatro mil famílias deverão receber assistência durante o período de cheia. Além de madeira para a construção de pontes de acesso, está no planejamento do Executivo Municipal aquisições e distribuição de mantimentos e kits de higiene aos moradores das áreas afetadas.

"Nosso planejamento é de 19 milhões para 28 metros, de 27 milhões para 29 metros e até 48 milhões para 30 metros. Nós podemos acessar recursos do Governo Federal. No momento o que estamos fazendo os trabalhos é com recursos próprios e já estamos providenciando mantimentos, kits de higiene, kits dormitório".

A cota do rio Negro chegou a 28,36 metros nesta segunda-feira (19). Conforme a expectativa do Serviço Geológico do Brasil,  o Rio Negro pode atingir, este ano, a cota máxima de 29,45 metros no Porto de Manaus.

Em 2012, Manaus registrou a maior cheia da história, com o rio Negro marcando 29,97 metros, superando o índice registrado em 2009, que foi de 29,77 metros. A subida do nível do rio Negro, em 2012, afetou mais de 5,8 mil famílias, na capital e no Amazonas.

Bairros Mapeados

Entre os bairros da região urbano atingidos pelo cheia do Rio Negro estão Tarumã, Mauazinho, São Jorge, Educandos, Raiz, Betânia, Presidente Vargas, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Centro, Santo Antônia, Cachoeirinha, Glória, Compensa e Puraquequara. Conforme David Almeida, a região ribeirinha da capital está sendo incluída na Operação Cheia 2021. 

 Entre as áreas monitoradas estão as comunidades Nova Canaã do Aruau, São Francisco do Aruau, Lindo Amanhecer, São Sebastião do Cuieiras, São Francisco do Chita, Bela Vista do Jaraqui, Nova Jerusalém do Minpidiau, São Sebastião do Tarumã-Mirim, Agrovilla, Cueiras do Tarumã-Açu, Nova Esperança do Apuau, Santa Isabel do Apuau, Nova Aliança do Apuau, União e Progresso, São Francisco do Tabocal, São Raimundo e o assentamento Nazaré. 

Comitê Cheia 2021

Criado pelo prefeito David Almeida, no fim de março, o comitê Gestor de Pronta-Resposta é formado por representantes das secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf); Limpeza Urbana (Semulsp); Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc); Casa Militar; Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb); e o Fundo Manaus Solidária. 

A operação “Cheia 2021” tem como objetivo prestar assistência às famílias que moram nas áreas inundadas pelos rios Negro e Amazonas, durante a cheia.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.