Domingo, 18 de Agosto de 2019
ESTELIONATO

Condenado a 9 anos de prisão, ‘Galã do Instagram’ volta para cadeia em Manaus

Ele conhecia as mulheres pelas redes sociais, ganhava confiança e as convencia a depositar dinheiro para ele. Durante encontros, um comparsa assaltava as vítimas



laercio_43CFDF0D-CD52-41D4-BF88-68AF8AF9C60B.JPG Laércio Castro de Oliveira, foi condenado por aplicar golpes em mulheres pelas redes sociais e aplicativos móveis (Foto: Divulgação)
28/02/2019 às 10:13

Laércio Castro de Oliveira, de 32 anos, conhecido da polícia como "Galã do Instagram", voltou a ser preso em Manaus na noite dessa terça-feira (26), na avenida São Jorge, bairro São Jorge,  Zona Oeste. Segundo a Polícia Civil, a prisão aconteceu em cumprimento a mandado de prisão preventiva em razão de uma condenação por nove anos de prisão por crime de roubo majorado.

De acordo com a delegada Indra Leal, titular do 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Laércio conhecia mulheres por meio das redes sociais e, após ganhar a confiança das vítimas, marcava encontros com elas. Ele também as convencia de depositar dinheiro na conta dele e, durante os encontros, um comparsa, identificado como sendo o tio dele, Ronaldo Alves Duarte, 42 , aparecia e roubava as mulheres, de modo que parecesse que Laércio também fosse vítima.

A Polícia Civil relatou que o caso que culminou na expedição da ordem judicial consta cinco vítimas. Mais detalhes sobre a prisão do rapaz serão repassadas durante coletiva de imprensa na sede da Delegacia Geral nesta quinta-feira (28).

Prisão em SP

Laércio já tinha sido preso na cidade de São Paulo no dia 27 de novembro de 2014. Ele foi detido depois que uma das vítimas na capital paulista teve prejuízo de mais de R$ 40 mil e o denunciou à polícia. O delegado Jaime Pimentel Júnior diz que a vítima de São Paulo, assim como outras mulheres, inclusive no Amazonas, sonhava em ser dona do próprio negócio e tinha sido enganada por Laércio.

"Conhecia pessoas, mulheres, e aplicava o golpe nelas por meio de uma relação amorosa. Ele conseguia convecer essas mulheres a depositar dinheiro na conta dele, dizendo que iria abrir um negócio e depois ele sumia da vida dessas mulheres", disse Pimentel.

Vários registros

O "Galã do Instagram" tem vários registros em delegacias de Manaus como vítima de assalto, sempre no primeiro dia de encontro com mulheres. Ele não possui CNH e ostentava nas redes sociais uma vida de luxo com roupas, viagens e muitas festas.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.