Publicidade
Manaus
SOLIDARIEDADE

Conheça ações em Manaus que ajudam mulheres em tratamento contra o câncer

Empresas, escolas, faculdades e ONGs se voltam a favor de ajudar mulheres no mês do "Outubro Rosa" 27/10/2018 às 18:47 - Atualizado em 29/10/2018 às 12:36
Show cancer d1f5af1d 0123 4b0d a67e acddd2191304
Foto: Junio Matos
Izabel Guedes Manaus (AM)

Ajudar sem olhar a quem. Esse poderia ser o slogan de ações feitas por empresas, escolas, faculdades e ONGs que atuam em prol de ajudar mulheres que passam por um tratamento de câncer. Em época de Outubro Rosa várias ações acontecem em função de doações de lenços, cabelos e chapéus com o intuito de resgatar um pouco da auto-estima perdida por muitas mulheres durante a quimioterapia. Porém, em alguns lugares é possível ser solidário durante todo o ano.

Além de ações pontuais nesse período, varias ONGs, como o Grupo de Apoio às Mulheres Mastectomizadas da Amazônia (GAMMA) e o Centro Integrado Amigas da Mama (CIEAM) recebem sempre doações nesse sentido. Assim como no Estado, no Brasil outras entidades atuam diretamente com esse tipo de ação. É o caso do Banco de Lenços Flávia Flores, uma unidade de ação do Instituto Quimioterapia e Beleza, que arrecada lenços e faz doações para os 27 Estados do País, incluindo o Amazonas. No geral a entidade já doou mais de 15 mil lenços e recebe os itens durante todo ano de varias partes do País.

“Nós recebemos através de campanhas e doações e doamos para pessoas que se cadastram no banco, para outras ONGs, hospitais e empresas que fazem algum tipo de ação social”, explicou Priscila Bifi, assistente responsável pelo banco de lenços Flávia Flores.

Apoio fundamental

Movimentos como esses ajudaram a voluntária Claudia Alencar, 54, a passar pela etapa de tratamento de um câncer, quando foi diagnosticada em 2016.

Ela disse que nunca sentiu vergonha da perda dos cabelos, mas usava sempre lenços e chapéus porque o marido pedia.

Hoje ela ajuda mulheres na luta diária e agradece as ações feitas por outras entidades que ajudam a manter a instituição onde ela é voluntária.

“Eu fiz todo o meu tratamento em 2017 em Brasília. Depois voltei para Manaus e aqui pude ver como as pessoas também são solidárias. Não perdi meu seio, porque meu câncer era na axila, mas perdi os cabelos durante o procedimento de quimio”, disse ela.

“As mulheres acabam usando porque sentem vergonha, eu não tinha, mas meu marido achava melhor usar para evitar os olhares. Tem gente que já pensa que é algo contagioso, mas não que a pessoa esta com câncer. Moro em Manaus há quase um ano e aqui ajudo outras mulheres a se sentirem lindas também. Os lenços, as perucas, chapéus e outros produtos que a gente oferece no Lar das Marias são importantes para todas elas”, relatou a voluntária, que é exemplo de vida para outras mulheres.

Empresa doa 10% para mulheres

Ainda na pegada das ações do mês de conscientização contra o câncer de mama e do colo do útero a Depyl Action do Amazonas Shopping realiza, até o final do mês, a “Ação do Bem”, onde 10% do valor de todos os procedimentos feitos no local serão doados ao Centro Integrado Amigas da Mama (Cieam).

Ações e campanhas são realizadas não só no Outubro Rosa, mas todo o ano (Foto: Junio Matos)

“A ação é uma iniciativa solidária que destina recursos para entidades assistenciais e não só isso, mas apoiando a divulgação e o alerta para o auto exame. Nossa ação tem o apoio da mastologista doutora Hilda Flávia que é referência na área e como o outubro é um mês que marca a conscientização para a luta contra o câncer de mama resolvemos fazer essa ação, a 1ª de muitas”, explicou a proprietária do local, Tatiana Aquino Gil.

“O Cieam é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos que tem como objetivo dar apoio a portadores de câncer de mama visando sua recuperação psíquica e social. Agradecemos as empresas e pessoas que fazem a diferença social. Isso é de suma importância para todas as instituições, que prestam serviços voluntários, pensando no seu próximo dando mais qualidade de vida e a esse paciente”, diz a diretora-presidente Joana Masulo.

Campanha universitária

Com o intuito de transformar e ajudar pacientes e ONGs que ajudam nesse sentido, alunos de Psicologia da faculdade Santa Teresa fizeram uma campanha para arrecadar lenços e mantimentos. O material foi entregue na semana passada, mas o grupo já pensa em outras mobilizações.

“Os alunos do curso se mobilizaram, juntamente com os coordenadores, para as campanhas de conscientização e pensamos nessa ação. Eu, como representante, penso que esse ato de solidariedade mostra que ainda existem pessoas que se compadecem com a dor do outro. Ainda que seja um gesto simples para muitas pessoas, para quem está passando pela dor é importante. Pois elas se sentem lembradas, acolhidas e amadas. É o que essas mulheres precisam após passarem por esse momento de dor. Não só elas, como todas as mulheres que já sofreram com câncer, merecem saber que mesmo com pequenos gestos, existem pessoas que se importam com elas”, explica a universitária Heloize Azevedo, 22.

Já a colega de turma Yasmin Araújo, 22, fala que são importantes essas ações não somente para quem recebe a ajuda, o material, como para quem pratica a ação. “Ações desse tipo passam para essas pessoas, que estão sofrendo com esses tratamentos, um sentimento de que alguém se importa com elas. Mostramos que elas tem importância e mesmo a gente demonstrando em um ato bem pequeno, bem simbólico, pode ser muito significativo. Porque ações assim nos fazem pensar quem nós somos como pessoas, qual o nosso papel na sociedade, qual a maneira que a gente pode ajudar, qual a maneira que a gente pode influenciar”, comentou a universitária.

Publicidade
Publicidade