Publicidade
Manaus
Manaus

Conjunto Boas Novas sofre com lixo no igarapé e rua esburacada

Resíduos de asfalto obstrui a saída de água da casa de aposentado alagando tudo quando chove 21/05/2015 às 09:14
Show 1
Aposentado afirma que o problema começou após obras de recapeamento mal realizada: em pouco tempo os buracos voltaram a aparecer na rua 15
Adália marques ---

O aposentado Francisco Correa, 82, está apavorado com a possibilidade de contrair dengue após ter seu quintal alagado por causa das fortes chuvas devido a saída de água estar obstruída depois que a sargeta quebrou e houve infiltração de água para dentro da propriedade dele, localizada na rua 15, quadra 26, conjunto Boas Novas, Zona Norte.

Segundo Francisco, o problema começou depois que uma obra de recapeamento da via onde mora. Os ônibus e carros passavam muito próximo ao meio-fio, quebrando a sargeta e os resíduos de breu e asfalto taparam a saída da água, piorando a situação quando chove.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que há uma equipe trabalhando próximo ao local solicitado e que a situação da rua 15 foi encaminhada para o chefe do distrito de obras. De cordo com a secretaria, o problema será resolvido até a próxima semana.

“Eu faço de tudo para estar bem, já trabalhei bastante, hoje sou aposentado, gosto das minhas coisas arrumadinhas, aí fazem isso com a minha rua, fecharam também as saídas de água, porque eles colocam um asfalto para motocicleta, aí quando passa carro pesado, quebra, e quem sofre é o trabalhador. A prefeitura vem ali na outra rua, mas não vem aqui”, declarou.

Outro problema encontrado é um igarapé que passa pelas rua 15 e 17. A área, que é de preservação ambiental, está totalmente abandonada, o mato está alto, e há muito lixo no local. Ao redor do igarapé é possível encontrar muito entulho, carcaças de fogão, geladeiras velhas, papelão, sacolas plásticas e até animais mortos. As garrafas e copos de plástico com água parada dentro são propícios para criadouros, reprodução e proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Segundo Francisco, o bairro é bem organizado e a comunidade unidade também pede que a Secretaria Municipal de Limpeza pública (Semulsp) passe no local e faça a manutenção no igarapé, que segundo ele, pode tornar-se um local bonito e preservado, mas que a sujeira e a falta de cuidado estão dando outra realidade para o local.

Até o fechamento a publicação dessa matéria a Semulsp não se posicionou a respeito dos fatos.

Infraestrutura

Está em fase de conclusão a drenagem profunda iniciada no bairro Cidade de Deus, Zona Norte, em março deste ano. A obra, executada pela Prefeitura de Manaus, possui mais de 230 metros de extensão e vai beneficiar mais de 100 famílias residentes no entorno.

O trabalho começou pelo Beco Circular 1, passando pelas Ruas São Marcos e Autaz Mirim. As equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) atuam nesta semana na confecção e instalação de três caixas coletoras. Após o serviço, os trabalhos prosseguem com o início da terraplanagem da via e pavimentação asfáltica.

“Essa obra tem sido aguardada com expectativa pelos moradores. O serviço foi pensado não apenas para resolver o problema de alagação da área, mas para dar mais comodidade aos moradores. Por isso, será aberta uma nova rua nessa área”, destacou o secretário municipal de Infraestrutura, Alexandre Morais, acrescentando que mais de 100 famílias serão beneficiadas com a nova via de acesso.

Morador do bairro há dez anos, o servidor público Raimundo Leite disse que a situação das famílias no beco sempre foi complicada. Segundo ele, uma obra paliativa de rip-rap foi realizada, mas com o tempo e com a força das chuvas, as casas do entorno alagaram. Para Raimundo, a drenagem resolverá definitivamente o problema. 


Publicidade
Publicidade