Publicidade
Manaus
Manaus

Conselho de Arquitetura firma parceria com prefeitura de Manaus durante Q+50

O obejtivo da parceria é contribuir na área de fiscalização das obras na cidade de Manaus 21/10/2013 às 12:10
Show 1
O Q+50 está discute questões ambientais, climáticas e de infraestrutura
Natan Gaia ---

Uma parceria entre o Conselho de arquitetura e urbanismo do Amazonas (CAU) e o Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), foi firmada durante o seminário do ciclo Q+50, que visa contribuir para o reforço da agenda política das cidades e das metrópoles brasileiras. O evento foi realizado neste fim de semana em Manaus, no Auditório Martinho Lutero da ULBRA. A parceria pretende melhorar a fiscalização das obras na capital do Amazonas.

Segundo o Presidente do Conselho de arquitetura e urbanismo do Amazonas (CAU), Jaime Kuck, a parceria que foi firmada com o Implurb no seminário, visa fiscalizar todas as obras regularizadas da cidade por meio do sistema de Inteligência Georreferenciada (IGEO), de uso do conselho de arquitetura e será disponibilizada para a prefeitura.

“O IGEO é um sistema já usado pelo Conselho de arquitetura e urbanismo do Amazonas que está sendo ampliado e disponibilizaremos parte dele para a prefeitura de Manaus. A ideia é somar na área de fiscalização”, contou Jaime.

Ainda segundo o presidente, será possível por meio desse sistema localizar e detalhar as características das obras através do Georreferenciamento que possibilita tornar as coordenadas das informações geográficas conhecidas no sistema.

“Pretendemos futuramente usar um sistema de plano com pequenos aviões que sobrevoariam a cidade fazendo monitoramento das obras por meio de câmeras e GPS”, adiantou.

O evento que reúne profissionais do Brasil e do mundo de diversas especialidades traz o tema “A Amazônia Urbana: O passivo sócio-ambiental, saneamento, sistema hídrico e impactos climáticos”. O Q+50 discute questões ambientais, climáticas e de infraestrutura das cidades da Amazônia levando em consideração três itens: saneamento, sistema hídrico e impactos climáticos.

Publicidade
Publicidade