Sábado, 14 de Dezembro de 2019
ELEIÇÕES 2018

Conselho fará roda de conversa sobre direitos humanos com candidatos ao governo do AM

Objetivo do evento desta terça-feira (16) é debater a política de direitos humanos prevista nos planos de governo. Atividade será aberta ao público



wilson-lima-amazonino_FBCB25D1-3D3C-4FDD-A26B-6C1B2F288423.JPG Foto: Arquivo/AC
14/10/2018 às 13:41

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana do Amazonas (CEDDPH) realiza, nesta terça-feira, 16/10, das 14h às 17h, uma Roda de Conversa com os candidatos ao Governo do Estado do Amazonas, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM). O evento é gratuito e aberto à sociedade em geral.

O objetivo é debater a política de Direitos Humanos prevista nos planos de governo de cada um dos postulantes ao cargo de Governador do Estado, para os âmbitos da Saúde, Educação e Segurança Pública. A proposta foi votada em reunião ordinária do Conselho como forma de oportunizar à sociedade o esclarecimento, por parte dos candidatos, sobre as políticas públicas estão sendo pensadas para os próximos quatro anos.



De acordo com o presidente do CEDDPH, Glen Wilde, em um primeiro momento, serão feitos questionamentos do conselho em relação ao plano de governo dos candidatos e, posteriormente, o espaço será aberto a perguntas dos participantes e da imprensa presente. Wilde ressaltou ainda que a iniciativa vem ao encontro das atribuições do Conselho, estabelecidas em Lei, de promoção da interlocução entre a sociedade e a administração pública, além de fiscalização das ações e proposição de políticas públicas de forma autônoma e independente.

Serviço

O quê: Roda de Conversa: a política de Direitos Humanos no Plano de Governo
Quando: Terça-feira (16/10)
Horário: 14h às 17h
Local: Auditório da OAB-AM (Av. Umberto Calderaro, 200, Adrianópolis)
Quanto: Gratuito


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.