Publicidade
Manaus
MEDIDA

Consultores da Giuliani Security encerram 1ª etapa do projeto de segurança no AM

Os norte-americanos conheceram toda a atividade executada pela SSP-AM. Na próxima visita o grupo vai apresentar plano estratégico de atuação 19/05/2018 às 19:15
Show americanos
Foto: Roberto Carlos/Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Os consultores do escritório internacional Giuliani Security & Safety (GSS) concluíram, neste sábado (19), a primeira etapa do trabalho desenvolvido nas forças de segurança do Governo do Amazonas. Desde o último domingo (13), os norte-americanos conheceram toda a atividade executada pela Secretaria de Segurança do Estado do Amazonas (SSP-AM), órgãos estaduais e federais, além de entidades da sociedade civil organizada.

Durante uma semana, os consultores compilaram dados da realidade da segurança pública amazonense, com o objetivo de traçar um planejamento estratégico no combate à criminalidade e melhoria do trabalho desenvolvido pelas forças de segurança do Amazonas.

De acordo com o diretor-executivo da GSS, John Huvane, as informações compiladas em Manaus serão transformadas em um relatório minucioso da realidade do Amazonas, de forma que a próxima visita ao estado, em data a ser definida, seja com o plano estratégico de atuação.

“Vamos voltar para os EUA, vamos confeccionar um relatório bem minucioso de tudo que foi repassado aqui e futuramente o (Rudolph) Giuliani estará vindo com o relatório montado, para o próximo passo, com reuniões, com os times que virão para cá. É só o início de um longo processo e futuramente vamos retornar, em alguns meses, futuramente, com uma equipe que é especializada em prisões, sistema penitenciário, e um pouco depois com uma equipe especialista em fronteira”, informou o consultor.

Segundo John Huvane, durante a primeira etapa da consultoria, a equipe norte-americana percebeu o empenho desenvolvido pelos servidores das polícias do Amazonas. “Tive a oportunidade de verificar que os trabalhadores, servidores da segurança pública, tanto policiais militares quanto civis, e do Ministério Público, são pessoas que trabalham muito forte e espero que consigamos melhorar a segurança pública do Amazonas”, declarou.

Batalhão

Neste sábado, antes de embarcarem para o EUA, a equipe do ex-prefeito Rudolph Giuliani visitou o Batalhão de Choque da Polícia Militar o Centro de Treinamento de Tiro Policial (CTTP) da corporação, que fica na BR-174 (Manaus/Boa-Vista).

Para o subchefe do CTTP, tenente Anderson Cordeiro, a iniciativa dos consultores servirá para aprimorar o trabalho desenvolvido no estado.

“Nós temos grandes expectativas, até porque essa troca de informações, ela é sempre bem vida. Nós fizemos a exposição da nossa doutrina, do que a gente prega como treinamento e o que a gente espera de volta, é exatamente que eles nos apresentem propostas para que nosso treinamento seja melhorado, para que, assim, a gente consiga melhorar a qualidade do nosso serviço e do nosso policial na rua”, destacou o militar.

Escritório

O ex-prefeito Rudolph Giuliani, líder da GSS, teve a imagem difundida internacionalmente após o atentado de 11 de setembro na cidade norte-americana e principalmente depois da implantação do programa “Tolerância Zero”, em Nova York.

“O escritório Giuliani Security & Safety é composto por profissionais na área de segurança pública, onde o prefeito Giuliani é o líder, mas de forma alguma, em nenhum projeto que nós trabalhamos foi aplicado às técnicas ou espelho do que foi feito em Nova York, até porque a maior parte dos nossos clientes não é dos Estados Unidos. Essa ideia de trazer o ‘Tolerância Zero’ para o Brasil é uma fábula criada aqui, nunca foi mencionada ou sugerida que esse tipo de técnica fosse aplicada aqui, até porque a legislação é totalmente diferente”, explicou a representante do escritório na América Latina, Kellen F. Dunning.

Publicidade
Publicidade