Publicidade
Manaus
Manaus

Consumidores ‘invadem’ Novo Mundo na inauguração

Ainda era madrugada e centenas deles já estavam postados na frente das seis lojas esperando as portas serem abertas 08/11/2013 às 08:04
Show 1
Para diretor de vendas, proposta da rede atiçou a curiosidade do consumidor manauara
Olívia de Almeida Manaus, AM

Consumidores afoitos por novidades marcaram presença ontem na inauguração das seis lojas da rede varejista Novo Mundo. Segundo o diretor de vendas, Mauro dos Santos, desde às 5h da manhã várias pessoas já aguardavam pela abertura das lojas. “Acredito que pelo que vimos nas primeiras horas, considerando a quantidade de gente que ainda tem lá fora, essa loja (do São José Operário) deve receber aproximadamente 5 mil pessoas”, disse Mauro. Eram pouco mais de 8h.

Para Santos, a proposta da Novo Mundo atiçou a curiosidade do consumidor manauara. “Somos diferente, porque nós queremos ter um excelente relacionamento com nossos clientes, não pensamos apenas em vender muito ou ter o preço baixo”, garantiu.

Há uma semana, a rede iniciou o processo de emissão de cartões Vem Novo Mundo. A estimativa é que pelo menos cada loja tenha emitido aproximadamente 3 mil cartões antes da inauguração.

A dona de casa Maria Júlia Oliveira, 38 anos, afirma que foi uma das primeiras a chegar e contava os minutos para a abertura da loja na Zona Leste. Queria aproveitar a promoção da TV de 50 polegadas. “Estou há tempos querendo comprar um televisor para assistir novelas”, disse Maria Júlia.

Autoridades
O governador Omar Aziz e o prefeito de Manaus, Arthur Neto, prestigiaram a abertura das lojas da rede Novo Mundo. Os dois estiveram na loja do bairro São José, Zona Leste. Aziz afirmou que a vinda da rede mostra o potencial econômico local, discurso reforçado pelo prefeito. “Ninguém investe onde não confia, acredito que a vinda dela inclusive vá atrair o olhar de outras empresas para cá”, disse Aziz.

Concorrência
Na briga para manter e fisgar novos consumidores neste final de ano, a concorrência não cruzou os braços e está investindo pesado em publicidade e na contratação de pessoal para atender a demanda. A Ramsons, por exemplo, contratou cem vendedores a mais. A empresa também aumentou em 20% os produtos em estoque. “Nossa expectativa é que tenhamos um aumento de até 18% nas vendas, comparado ao ano passado”, disse o Marcelo Salum, gestor de negócios da Ramsons.

A TV Lar também está se movimentando e entendeu a condição de pagamento para até 15 vezes, em todos os segmentos da loja. “Realizaremos promoção semanalmente em dezembro”, adiantou o gerente comercial, Samuel Rodrigues.

Ele acredita que em virtude do ritmo da Copa do Mundo, a preferência do consumidor serão os televisores de tela grande. “Os smartphones também deverão ser o carro-chefe nas vendas”, apontou o gerente, que estima incremento de 10% nas vendas de fim de ano.

Publicidade
Publicidade