Publicidade
Manaus
Manaus

'Contabilidade ambiental' é discutida em encontro

O assunto foi tema do VI Encontro de Contabilidade da Amazônia Legal, realizado nesta quinta e sexta-feira no Manaus Plaza Centro de Convenções 18/10/2013 às 19:02
Show 1
O VI Encontro de Contabilidade da Amazônia Legal encerrou com palestra da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva
Cinthia Guimarães ---

A prática de uma gestão ambientalmente correta nas empresas virou moda. Agora é a vez da ciência contábil rever seus processos e embarcar numa nova prática de gestão: a contabilidade ambiental. O assunto foi tema do VI Encontro de Contabilidade da Amazônia Legal, realizado nesta quinta e sexta-feira no Manaus Plaza Centro de Convenções.

O modelo consiste em auxiliar no controle financeiro das empresas, especialmente as ditas poluidoras, ligadas a setores como produtos químicos, indústria de transformação, mineração e petroleiras, informou a presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Amazonas (CRC-AM), Jeanne Figueira, Doutor em Direito Ambiental, o professor Valmir Pozzetti, que lançou uma cartilha sobre o meio ambiente durante o encontro, explicou que a contabilidade ambiental é um novo ramo que está surgindo em virtude em desenvolvimento do planeta. “Enquanto a contabilidade serve para registrar todas as operações da empresa, a contabilidade ambiental registrará os dados que a empresa fará, efetivamente, em prol do meio ambiente”, disse.

Segundo ele, significa na prática buscar mecanismos que auxiliem a reduzir a poluição, orientar gestores na compra de equipamentos que sejam melhores para o meio ambiente como filtros e ar condicionado, pensando no bem estar dos trabalhadores e da sociedade, bem como incentivar a reciclagem e reutilização de produtos. Pozzeti é contador, advogado, professor do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e presidente da Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AM).

O trabalho da contabilidade ambiental pode ser desenvolvido dentro dos setores financeiros das empresas, bem como por auditores e controladores que sejam especialistas o assunto. Em Manaus, a empresa de injeção plástica Masa da Amazônia se tornou referência na gestão da contabilidade ambiental. A Petrobras é outra empresa brasileira que investe em práticas financeiras ambientalmente corretas.

O VI Encontro de Contabilidade da Amazônia Legal encerrou com palestra da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, teve a participação de Conselhos Regionais e profissionais os estados que compõem a Amazônia legal.

Publicidade
Publicidade