Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
CONTAS DA CAMPANHA

Contas da campanha do prefeito Artur Neto são aprovadas com ressalvas

A decisão do magistrado foi na contramão dos pareceres emitidos pelo Ministério Público Estadual e pela Comissão de Prestação de Contas de Campanha da Justiça Eleitoral



show_WhatsApp_Image_2016-10-02_at_09.01.44.jpeg No 1º turno da eleição deste ano, a reportagem de A CRÍTICA registrou o então candidato à reeleição, prefeito Artur Neto, deixando, às 9h, o Hotel Caesar Business (Foto: Euzivaldo Queiroz)
19/12/2016 às 14:31

A poucas horas do prefeito Artur Neto (PSDB) ser diplomado prefeito reeleito de Manaus, o juiz eleitoral Gildo Carvalho aprovou com ressalvas as contas de campanha do candidato tucano na eleição deste ano. A decisão de Gildo foi proferida na manhã desta segunda-feira.

A diplomação do prefeito está marcada para às 15h desta segunda-feira, no colégio Séculos, localizado na avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra.

A decisão do magistrado foi na contramão dos pareceres emitidos pelo Ministério Público Estadual e pela Comissão de Prestação de Contas de Campanha da Justiça Eleitoral do Amazonas, pela reprovação das contas do tucano.

O parecer do MPE e da Comissão foram baseados em irregularidades, como, despesas com hospedagem em um hotel da capital, no valor de R$ 12,9 mil, emissão de nota fiscal referente à pesquisa eleitoral, no valor de R$ 230 mil, que não foi paga à empresa e a inexistência de comprovantes de despesas que superam R$ 1 milhão.

O parecer do MPE foi assinado pelas promotoras eleitorais Simone Braga Luniere e Cley Barbosa Martins.

"Em consonância com o relatório emitido pela Comissão de Prestação de Contas de Campanha da Justiça Eleitoral do Amazonas,  opina o MPE pela desaprovação da prestação de contas do candidato Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto, nas eleições municipais 2016", afirmaram as promotoras na semana passada.

O parecer da Comissão de Prestação de Contas de Campanha da Justiça Eleitoral do Amazonas foi  baseado na Resolução 23.463/2015, que dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos e candidatos e sobre a prestação de contas nas eleições de 2016.

No 1º turno da eleição deste ano, a reportagem de A CRÍTICA registrou o então candidato à reeleição, prefeito Artur Neto, deixando, às 9h, o Hotel Caesar Business.                       

 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.