Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
política

Convenções partidárias atentas ao distanciamento social

Partidos planejam definir candidatos a prefeito, vice e vereador em reuniões online, presenciais com poucos membros, híbridas e até no carro



pol_tica_pol_tica_EFB136DF-FD6C-45E0-A01B-9E6599991C23.JPG Desde o início da pandemia, as Casas Legislativa como a Câmara e o Senado, adotaram o modelo de reunião virtual. Foto: Pedro França/Agência Senado
23/08/2020 às 09:01

A oito dias do início do prazo para realização das convenções partidárias, a maioria dos diretórios municipais das siglas já definiu a data para a oficialização  dos postulantes ao cargo de vereador, prefeito e vice-prefeito nas eleições 2020. O tradicional evento partidário, que reúne filiados, correligionários e aliados, em que candidatos escolhidos são apresentados e ovacionados por apoiadores com bandeiras, jingles e faixas,  neste pleito, em virtude da pandemia do novo coronavírus, ganha novos formatos.

A Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de nº 23.623/2020 estabeleceu que os partidos poderão realizar suas convenções em formato virtual, no período de  31 de agosto a 16 de setembro, para atender às recomendações médicas e sanitárias impostas pela pandemia, não aglomerar pessoas e evitar a disseminação do vírus. Segundo o TSE, as legendas devem garantir ampla publicidade, a todos os seus filiados, das datas e medidas que serão adotadas.



O Avante realizará a convenção no dia 8 de setembro em formato drive-in em que pré-candidatos participarão de dentro de seus carros do lançamento oficial das  candidaturas. Segundo o presidente estadual da sigla e pré-candidato a prefeitura de Manaus, David Almeida, no local, que ainda será divulgado, haverá um palco para um apresentador confirmar as participações e as assinaturas serão projetadas em um telão.

Do carro

“Teríamos convenções com mais de 6 mil pessoas e isso nos colocaria contra todas as orientações de todos os órgãos e profissionais de saúde do mundo. Pensando nisso, nós optamos pelo drive-in, no qual cada candidato terá a oportunidade de participar de dentro do carro e por meio de uma frequência exclusiva de rádio ele vai ouvir todo o evento dali, sem nenhum risco de contaminação”, explicou David, acrescentando que no evento será anunciado o nome de seu vice.

O mesmo modelo foi escolhido pelo DC com a convenção marcada para o dia 1º de setembro, a partir das 17h, no estacionamento da Faculdade Nilton Lins. “Nossa nominata está completa com 62 pré candidatos. As medidas sanitárias serão o uso de máscaras, de álcool em gel, além do distanciamento natural nessa modalidade de encontro. A próxima semana será decisiva para uma possível composição de alianças, mas se não acontecer iremos de chapa puro sangue mesmo”, declarou o presidente municipal do DC, Sirlam Cohen.

On line

O PL, PSOL, PSTU e PRTB irão realizar o evento na modalidade virtual. O PSOL e PSTU marcaram a reunião para o dia 12, enquanto o PL e PRTB no dia 16. “Será toda online em função da pandemia. Não consideramos que seja seguro fazer aglomeração de pessoas nesse momento ainda. Não tem vacina, medicação eficaz e os números começaram a cair e a aumentar novamente. Não queremos contribuir para o aumento dos casos”, enfatizou o presidente estadual do PSTU, Gilberto Vasconcelos.

Híbrida

Entre as alternativas adotadas está a realização da convenção híbrida, digital e presencial. O PCdoB agendou a reunião para o dia 6 de setembro na sede do partido, no bairro Aparecida. Segundo o presidente estadual da sigla, Eron Bezerra, o formato híbrido assegura a participação de todos os militantes e filiados ao partido.

“Os militantes que não se sentirem à vontade vão assistir e dar suas opiniões virtualmente. Vamos evitar o máximo de concentração. Não vamos realizar uma grande convenção, como é da tradição do partido, para não mobilizar muita gente, mas respeitando os protocolos adotados pelo município vamos fazer parte dela presencialmente”, disse o ex-deputado.

O PMN irá realizar convenção no dia 15 no auditório da sua sede, no Vieiralves, e com a participação dos filiados através de plataformas de videoconferência. “Se tiver uma segunda onda faremos a convenção totalmente virtual e caso tenha possibilidade de fazer presencial iremos, mas híbrida. O mundo mudou, tudo tem que ser feito de forma mais segura e também usando cada vez as plataformas digitais com acesso e segurança dos filiados”, frisou o presidente estadual do PMN, Orsine Oliveira Júnior.

O PSL, cortejado por ter o segundo maior tempo de TV e por reunir apoiadores de Jair Bolsonaro, informou que haverá a reunião com número limitado de participantes com transmissão online através das redes sociais do partido. A legenda não definiu a data do evento.

A Rede e o PT irão realizar a convenção nos dias 7 e 13, respectivamente, mas ainda não determinaram o formato.

Comentário: Marcus Guerra, diretor da Fundação de Medicina Tropical

Nas convenções deve ser mantido as mesmas recomendações usadas para o retorno de aulas e de abertura de setores que atendem à população. Medidas necessárias de higienização e o uso de máscaras deve ser levado em conta pelos partidos para que as pessoas que estão agregando aos seus partidos não adoeçam no ambiente e não levem para o interior de suas casas ou locais de trabalho.

Todas essas medidas, além de locais mais disponíveis para lavagem das mãos com água e sabão, totens com álcool em gel nos locais, deverão estar equipados nos locais da convenção e se possível em uma área com ventilação e iluminação  natural para que não haja um ambiente fechado. E mesmo com as pessoas espaçadas o ambiente propicia uma circulação de uma carga viral maior.

Pessoas que possam estar com sintomas respiratórios  não devem comparecer onde será realizada a convenção. Em relação ao contato físico entre os candidatos, apoiadores e eleitores, eles vão ter que se adaptar a realidade da situação já que não temos a imunidade coletiva documentada.

Temos um menor número de casos de intervenções e óbitos. Não temos o que procuramos alcançar, quando existe vacina, que é o número expressivo da população imunizada. Ainda não temos um dado seguro de que se atingiu o número de  casos suficientes de infectados que desenvolveram imunidade para não ter mais números expressivos.  

Data da reunião faz parte da estratégia

Entre as legendas que seguem analisando possíveis datas de realização da convenção estão Democratas, Solidariedade, Progressistas, MDB, PSC, PDT e PSDB.

O secretário-geral do MDB, Miguel Capobianco informou que a reunião deve acontecer na sede do partido reunindo apenas os delegados sem aglomeração e demonstração da força política, como é habitual no evento. “Vamos nos preocupar mais com a parte processual, documental. Os delegados irão marcar o horário que devem fazer a votação, vão até lá, votam e vão embora. Não há concentração de pessoas”, disse.

O secretário-geral do PSDB, Mário Barros afirmou que nos primeiros dias de setembro o partido irá definir a data da reunião. Ele disse ainda que a proposta inicial é realizar a convenção virtual. “Historicamente, a nossa convenção sempre foi nos últimos dias”, contou.

O presidente municipal do PP, George Lins, disse que, provavelmente a sigla irá optar pela modalidade híbrida. O presidente municipal do PDT, Afrânio Barão declarou que a previsão é que o partido realize a convenção entre os dias 10 e 12 de setembro.

Encontro presencial só com máscara

O Patriota agendou a sua convenção partidária para o dia 12 de setembro no Studio 5 Centro de Convenções a partir das 9 horas. Segundo o presidente estadual da legenda, deputado Felipe Souza, na reunião presencial serão escolhidos 62 dos 70 pré-candidatos à Câmara Municipal de Manaus (CMM). “Será distribuído álcool em gel e todos deverão estar de máscara. A distância entre uma cadeira e outra também será a permitida pela lei. Nosso pré-candidato à Prefeitura de Manaus, Coronel Menezes, estará presente e seu vice será divulgado lá”, disse o parlamentar.

No mesmo dia, o Novo realizará a sua reunião às 15h em local que ainda será definido. O presidente municipal da legenda, Hélio Reis, disse que o partido irá apresentar os 11 pré-candidatos à CMM que foram aprovados em processo seletivo e a chapa majoritária. “Estamos buscando um local apropriado ao qual possamos garantir a segurança dos filiados e do público presente. Atendendo e respeitando todas as determinações das autoridades sanitárias para o combater o contágio pela Covid-19”, explicou.

No último dia do prazo, o PSB marcou a sua convenção presencial para a sede do partido, no bairro Flores.

News larissa 123 1d992ea1 3253 4ef8 b843 c32f62573432
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.