Publicidade
Manaus
Manaus

Convênio vai permitir 1.500 vagas em cursos de pós-graduação para professores, em Manaus

A parceria entre a Prefeitura de Manaus com o Tribunal de Contas do Estado e uma instituição de ensino, vai possibilitar os cursos de pós-graduação para professores 06/11/2015 às 18:07
Show 1
De acordo com a secretária da Semed, Kátia Schweickdart, serão ofertados três cursos de pós-graduação nas áreas de Alfabetização e Letramento; Metodologia do Ensino da Educação de Jovens e Adultos; e Educação Inclusiva
acritica.com* Manaus (AM)

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Escola de Serviço Público Municipal (Espi) está finalizando os trâmites para formalizar um convênio com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) visando a contratação de uma instituição especializada em Educação. Esse convênio irá permitir a oferta de 1.500 vagas em cursos de pós-graduação a distância, destinados aos professores da rede.

De acordo com a secretária da Semed, Kátia Schweickdart, serão ofertados três cursos de pós-graduação strictu sensu nas área de Alfabetização e Letramento; Metodologia do Ensino da Educação de Jovens e Adultos; e Educação Inclusiva, sendo 500 vagas para cada programa.

A secretária explicou, ainda, que a parceria vem sendo discutida há quatro meses de forma conjunta pela Subsecretaria de Gestão Educacional da Semed, Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), Departamento de Gestão Educacional (Dege) e Gerência de Formação Continuada (GFC) da Semed, e Escola de Serviço Público do Município.

“Este contrato será gerido pelo Tribunal de Contas (TCE) para que não tenha nenhuma mácula, do ponto de vista da lisura da instituição que será contratada. Estamos participando dessas discussões há alguns meses para que sejam viabilizados esses cursos aos nossos professores”, disse Kátia Schweickdart.  

Para a diretora da Espi, Luiza Bessa Rabelo, a medida atende uma determinação do prefeito Arthur Virgílio de priorizar cursos avançados na formação dos professores da rede municipal de ensino. “Já realizamos duas frentes de trabalho na oferta de pós-graduação e esta é a terceira linha para atender somente aos professores da rede municipal de ensino”, explicou.

A diretora da Espi destacou, ainda, que informações sobre quem poderá participar das especializações serão divulgados posteriormente e que o convênio também prevê a oferta de 22 cursos de aperfeiçoamento aos educadores que atuam em sala de aula. “Só deveremos divulgar essas informações após a assinatura do contrato que deverá ocorrer na próxima semana”, salientou.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade