Sábado, 25 de Maio de 2019
Manaus

Copa 2014: ônibus terão faixas específicas para tráfego em Manaus

Durante o anúncio, o coordenador da UGP COPA disse que a decisão atende às recomendações da Federação Internacional de Futebol (FIFA). Será priorizado o acesso aos jogos da Copa por meio de transporte coletivo porque, de acordo com estudos realizados pela FIFA, pelo menos 69% dos espectadores dos jogos irão se locomover à Arena da Amazônia utilizando o transporte coletivo



1.jpg
Os responsáveis anunciaram também a presença de estacionamentos particulares que irão funcionar durante os jogos
15/01/2013 às 18:45

Na manhã desta terça-feira (15), o coordenador da Unidade Gestora da Copa no Amazonas (UGP COPA), Miguel Capobiango, divulgou detalhes sobre o plano de mobilidade urbana que irá cercar os jogos da Copa do Mundo de 2014. A reunião aconteceu no canteiro de obras da Arena da Amazônia, local que receberá os jogos do Mundial em Manaus.

Acompanhado do secretário da Unidade Gestora da Copa na Prefeitura de Manaus, Bernardo Monteiro de Paula, o coordenador afirmou que uma das principais providências a serem tomadas em relação aos jogos se referem à interdição das vias do começo de um raio de 1 km do perímetro da Arena da Amazônia, local onde acontecerão os jogos da Copa.

O coordenador disse ainda que só será permitido o acesso do transporte coletivo durante os quatro jogos do Mundial. Os organizadores afirmaram que o sistema Bus Rapid Transit (BRT) e o monotrilho dispõem de tempo insuficiente para a sua conclusão, e, portanto, estão descartados dos jogos de 2014. Alegaram também que haverá ampliação de linhas de ônibus voltadas para o local dos jogos e que haverá faixas específicas para o tráfego de transporte coletivo, o que fará com que o fluxo de carros e de ônibus não se confunda.

O plano de mobilidade urbana para o Mundial de 2014 foi traçado pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e pela própria UGP COPA.


Durante o anúncio, o coordenador da UGP COPA disse que a decisão atende às recomendações da Federação Internacional de Futebol (FIFA). Será priorizado o acesso aos jogos da Copa por meio de transporte coletivo porque, de acordo com estudos realizados pela FIFA, pelo menos 69% dos espectadores dos jogos irão se locomover à Arena da Amazônia utilizando o transporte coletivo. Na mesma pesquisa, foi constatado que apenas 20% dos espectadores costumam ir de veículo individual.

Capobiango disse ainda que na sexta-feira passada (11) foram concluídas 51,4% das obras da Arena da Amazônia. Até abril de 2013 deverá ser construída toda a estrutura de concreto. Em maio irão iniciar as discussões acerca das estruturas metálicas, relacionadas à fachada e à cobertura do estádio.

Apesar da interdição das vias, os responsáveis anunciaram também a presença de estacionamentos particulares que irão funcionar durante os jogos. Um dos locais divulgados para a concentração dos veículos particulares foi o edifício-garagem da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.