Publicidade
Manaus
Manaus

Corpo de adolescente que estava desaparecida é encontrado na Zona Leste

De acordo com a polícia, o corpo de Bianca de Oliveira Pereira estava em avançado estado de decomposição e os peritos não encontraram perfurações ou marcas aparentes que identifiquem de que forma ela foi morta 21/06/2013 às 12:47
Show 1
O corpo da adolescente foi retirado por peritos do Instituto Médico Legal (IML)
Bruna Souza e Thiago Monteiro Manaus, AM

O corpo de uma menina de 12 anos que estava desaparecida desde a última segunda-feira (17) foi encontrado na manhã desta sexta-feira (21), por volta das 11h30, em um matagal próximo ao Lago da baixada da 11 de maio, no bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste da cidade.

De acordo com a polícia, o corpo de Bianca de Oliveira Pereira estava em avançado estado de decomposição e os peritos não encontraram perfurações ou marcas aparentes que identifiquem de que forma a adolescente foi morta. A polícia trabalha com a hipótese de afogamento, mas o exame de necropsia deve identificar como Bianca morreu.

O sargento Oracildo Ferreira da 28ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informou que populares acharam o corpo da adolescente no local.

Bianca desapareceu na última segunda-feira (17), por volta das 23h30. De acordo com o cunhado da vítima, Marcos Alves, 23, ele, a esposa que é irmã da vítima e Bianca estavam conversando em frente à residência, quando decidiram entrar, mas ela ficou escutando músicas no celular. Depois de alguns minutos, a irmã foi chamar a adolescente que não estava mais no local.

Segundo vizinhos, dois homens se aproximaram de Bianca e a colocaram dentro de um carro preto não identificado. O caso foi registrado da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca).

No mesmo dia do desaparecimento, a família de Bianca foi até o local onde o corpo foi encontrado e encontraram o celular da vítima. O cunhado disse que chegou a ouvir um gemido sufocado durante as buscas e chegaram a vasculhar a área, procurando pela garota no mato, mas ela não foi encontrada.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e até o momento, não há informações sobre os possíveis autores do crime.

Publicidade
Publicidade