Domingo, 23 de Fevereiro de 2020
REVOLTA

Corpo de agente morto no Compaj é velado e colegas fazem manifestação em Manaus

Centenas de agentes se reuniram em frente a funerária onde o velório foi realizado na manhã de hoje. Eles pediram mais segurança para a categoria



vel_rio_agente_16B448F9-C723-41CB-BE23-27F570377426.JPG O agente penitenciário será enterrado no cemitério Tarumã, em Manaus (Foto: Euzivaldo Queiroz)
02/12/2018 às 10:34

Cerca de 400 agentes penitenciários realizaram, na manhã deste domingo (02), um ato de protesto após a morte do agente Alexandro Rodrigues Galvão, 37, que foi assassinado dentro do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), na tarde desse sábado (1°).

A manifestação aconteceu em frente a funerária onde o velório foi realizado, no bairro Cidade Nova. De acordo com o presidente do Conselho de Agentes Penitenciários, Edson Moreira, a categoria trabalha em péssimas condições dentro do sistema prisional e que a morte de Alexandro foi uma prova de que os agentes precisam de mais segurança. 



O irmão da vítima, o capelão da Polícia Militar Raimundo Rodrigues, contou que Alexandro estava há três anos na profissão e que sustentava a mãe, a esposa, dois filhos e o padrasto. O velório ocorreu na avenida Noel Nutels e nesta manhã o cortejo saiu em direção ao cemitério Tarumã, onde o agente deve ser enterrado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.