Publicidade
Manaus
ACIDENTE AÉREO

Corpo de piloto morto em acidente aéreo em Manaus será levado para N. Olinda do Norte

Antes do acidente, Robison Rodrigues Castilho, de 40 anos, fez uma postagem dizendo que sobrevoaria a própria casa 23/02/2018 às 12:19
Show piloto aviao
Foto: Reprodução
acritica.com Manaus (AM)

O corpo do piloto Robison Rodrigues Castilho, de 40 anos, uma das quatro vítimas fatais do acidente aéreo ocorrido ontem (22) em Manaus, será transladado para o município de Nova Olinda do Norte, a 134 quilômetros de Manaus, onde ele morava. Apenas uma vítima sobreviveu à queda do avião, que segue internada em estado grave.

O translado do corpo de Robison foi confirmado pela Funerária Rio Sol. A empresa informou que levaria o corpo até o Aeroclube de Manaus – mesmo local de onde partiu a aeronave pilotada por Robison – e de lá uma empresa aérea faria o translado até Nova Olinda do Norte.

Ontem, momentos antes decolar, o piloto Robison Castilho fez uma postagem nas redes sociais afirmando que passaria por cima da casa dela durante um sobrevoo. “Daqui a pouco mais passando em nv Olinda (Nova Olinda do Norte) um sobre vou (sobrevoo) encima da minha casa é lá vamos nós”, disse o piloto. A mensagem recebeu diversas reações e mensagens de lamentações de internautas.

Acidente aéreo

Um avião de pequeno porte, monomotor Embraer EMB-720, de prefixo PT-VKR, caiu matando quatro pessoas e deixando uma gravemente ferida na manhã de ontem (22), em Manaus, em um terreno localizado por trás do depósito das lojas Ramsons, na avenida Torquato Tapajós, na Zona Centro-Oeste da capital. Inicialmente, o número de vítimas fatais era três, mas um dos passageiros que foi resgatado com vida faleceu no hospital.

As primeiras três vítimas fatais foram o piloto Robison Rodrigues Castilho, 40, o copiloto José Hernandes de Lima Rogério, 38, e o empresário Osnir dos Santos. O corretor de imóveis Valdir Adenir ainda foi hospitalizado e passou por cirurgia, mas não resistiu. A única vítima sobrevivente é Fábio Matias da Cunha, 47, que segue internado em estado grave.

Publicidade
Publicidade