Publicidade
Manaus
ADEUS

Corpo do cantor Melvino Júnior é sepultado no Tarumã em clima de comoção geral

A segunda-feira foi de despedidas para os fãs e amigos do cantor, que foi assassinado na noite de sábado em Codajás, durante a Festa do Açaí 01/05/2017 às 15:34 - Atualizado em 01/05/2017 às 17:12
acritica.com Manaus (AM)

O cantor Melvino de Jesus Júnior foi sepultado na tarde desta segunda-feira (1), no Cemitério Parque Tarumã, diante de centenas pessoas que foram ao local prestar a última homenagem ao carismático artista.

O cortejo fúnebre, com cerca de 80 carros, saiu da Quadra da Escola de Samba Aparecida, onde o corpo foi velado desde a madrugada de hoje. Desde o velório, amigos e fãs já destacavam o carisma e a trajetória vitoriosa de Júnior, que comandava o grupo JR. e Banda.

No sepultamento, como não poderia deixar de ser, a tônica foi de muita emoção. Gil Andrade, que fez uma música em homenagem ao amigo, tentou cantá-la. Mas, bastante comovido, acabou não conseguindo e indo às lágrimas. Cerca de 300 pessoas acompanharam a despedida de Melvino Júnior. 

Aos 42 anos, Júnior foi assassinado em Codajás, onde estava fazendo uma participação na tradicional Festa do Açaí. A Polícia Civil está investigando  o caso, e analisa imagens das câmeras de segurança para tentar identificar o autor dos disparos.

Além de cantor, Melvino Júnior era dentista e atualmente tinha residência fixa em Coari, cidade próxima à Codajás, onde ele acabou alvejado. O músico era casado e deixou nove filhos.

Publicidade
Publicidade