Domingo, 18 de Abril de 2021
MEDIDA

Covid-19: Ponta Negra segue interditada e sem eventos até 31 de dezembro

Além dos pontos de isolamento de acesso ao balneário, comemorações tradicionais, como a festa do Réveillon, está cancelada em 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus



50357560651_68ed4a53c8_c_4B1C9A10-1D7B-45E3-88DF-E81714D0B0C1.jpg Foto: Ingrid Anne/Semcom
13/12/2020 às 09:31

Com a interdição do complexo turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste, ainda em vigor, a prefeitura de Manaus reforça os pontos de isolamento de acesso ao balneário no fim de ano com a proximidade do Natal e Ano Novo, além de ressaltar que as comemorações tradicionais, como a festa do Réveillon, está cancelada em 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Estamos buscando coibir de todas as maneiras a proliferação da Covid-19, então, a Ponta Negra segue interditada. A população precisa estar ciente de que não pode se dirigir até lá para se divertir e acabar causando uma aglomeração perigosa, para a propagação do novo coronavírus”, explica o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Cláudio Guenka.



As linhas de ônibus que integram a rota do complexo turístico não terão acréscimo de frota nos fins de semana, em reforço ao Decreto nº 4.942, publicado no Diário Oficial do Município (DOM), de 17 de novembro, que prorrogou a interdição no parque até o dia 31 de dezembro.

A interdição busca evitar aglomerações na praia, especialmente. O complexo turístico Ponta Negra foi interditado pela primeira vez em março deste ano, quando os primeiros casos da Covid-19 foram confirmados em Manaus, e reaberto em julho, quando houve uma baixa nos números de casos da doença. Em setembro, com nova alta, o espaço voltou a ser interditado.

Os oito pontos de acesso à praia da Ponta Negra estão isolados e guardas municipais seguirão atuando no local orientando os frequentadores.

Antes da pandemia, havia uma programação para um megaevento na Ponta Negra, mas o prefeito e equipe optaram, pela não realização de comemorações que possam gerar aglomeração de pessoas e aumentar os números de casos e mortes pela Covid-19.

O Réveillon já entrou para o calendário de eventos turísticos e, ao longo dos anos, vem atraindo cada vez mais participantes. A estimativa era de 300 mil pessoas, nos quatro pontos onde é realizado a festa, o principal deles no complexo turístico Ponta Negra. Uma programação simbólica deve ser anunciada pela Prefeitura de Manaus.

Transporte

Conforme o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), linhas de ônibus com destino ao complexo turístico Ponta Negra irão permanecer sem acréscimo de frota nos finais de semana, para evitar a ida de pessoas ao balneário. No entanto, as linhas continuam operando, normalmente no local, para manter o atendimento aos que residem e trabalham nas imediações.

Além disso, as linhas de ônibus serão mantidas aos finais de semana, obedecendo frota operacional determinada pelo IMMU. São elas: 120 – Ponta Negra / T1 / Centro; 450 – Ponta Negra / T3 / Redenção; 678 – Ponta Negra / V-8 / T5-T4; e 641 – Ponta Negra / Aeroporto / T4-T3.

Em relação às linhas de acesso aos balneários do Tarumã, como a 126 – Sipam / avenida Brasil / T1 / Centro (8 ônibus) e 003 – Ponta Negra / Marinas (1 ônibus), estas não serão interrompidas.

*Com informações da assessoria de imprensa

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.