Sexta-feira, 03 de Julho de 2020
POLÍTICA

CPI aprova visita de inspeção na sede da Secretaria de Saúde do AM

Comissão solicitará documentos e informações junto à Susam e ao Ministério Público



ale-am_A2F9EBAD-3546-414D-9893-B0990B19A54F.jpg Foto: Reprodução / Internet
01/06/2020 às 18:05

Na terceira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), nesta segunda-feira (1°), os deputados membros aprovaram visita de inspeção na sede da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), prevista para ocorrer nesta quarta-feira (3), às 15h.

Ainda durante a sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito, os cinco membros aprovaram seis requerimentos de informação ou documentos junto à Susam e ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM).



“A visita de inspeção na Susam é para a gente analisar os documentos e os contratos referentes à unidade Nilton Lins, entre outros documentos que poderemos solicitar na quarta-feira à secretária”, disse o deputado Péricles (PSL), presidente da CPI da Saúde.

Entre os requerimentos aprovado hoje está o requerimento n. 18/2020 de autoria de Wilker Barreto (Podemos) que solicita a listagem completa de todos os contratos, comprovantes de serviços e entrega de bens para Susam por meio de processo indenizatório do ano de 2020.

Delegado Péricles apresentou o requerimento n. 23/2020 que requer do governador de Roraima, Antônio Denarium, também do PSL, a disponibilidade do analista da Divisão de Combate à Corrupção da Polícia Civil, Ricardo Alves, para contribuir nas “realizações de investigações e diligências que se fizerem necessárias, auxiliando os membros da CPI a formar juízo de valor sobre as questões envolvidas”.

Prejuízo moral

O requerimento foi aprovado com voto contrário do deputado Dr. Gomes (PSC). Gomes pediu para que Péricles retirasse de pauta o requerimento argumentando “prejuízo moral” da Polícia Civil do Amazonas.

“Desnecessário o estado do Amazonas recorrer ao Estado de Roraima para buscar um profissional da Polícia Civil. É desnecessário porque causaríamos uma desconfiança com os zelosos profissionais da Polícia Civil que temos aqui. Este senhor não conhece a nossa peculiaridade e realidade”, declarou.

Péricles explicou que “importação” do profissional roraimense leva em conta a “redução do efetivo da Polícia Civil” e “inserção do trabalho”.

“A questão não é sobre qualificação, não estamos entrando nessa seara. Tem o aspecto do efetivo, antes de eu requisitar um colega, tenho que conversar com o delegado-geral, até para não desfalcar os quadros da Polícia Civil. Também levo em conta o aspecto da inserção, uma vez que em outros estados também adotam a mesma prática, buscando inserção no trabalho. É importante uma pessoa de fora que não conheça a nossa realidade”, destacou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.