Publicidade
Manaus
Manaus

Cresce o número de mortes violentas em Manaus, com média de 2,3 casos por dia

Foram 841 vítimas de homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, uma média de quase 70 por mês só na capital amazonense - número 4,8% maior 30/09/2015 às 22:03
Show 1
Os dados de homicídios doloso revelam uma variação de 5,9 em relação a 2013
luana carvalho Manaus (AM)

Manaus ocupa a 12º posição no ranking de mortes violentas das 27 capitais do Brasil. Foram 841 vítimas de homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, uma média de 2,3 mortes por dia e quase 70 por mês em 2014. O levantamento é do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quarta-feira (30).

O número de mortes violentas na capital teve um aumento de 4,8% em relação a 2013, quando foram registrados 787 crimes violentos letais. 

Todos os registros tiveram aumento em 2014, exceto o número de vítimas de lesão corporal seguida de morte. Os dados de homicídios doloso revelam uma variação  de 5,9 em relação a 2013. O número de vítimas de latrocínio em Manaus saltou de 35 em 2013 para 45 no ano passado. A única taxa que registrou redução foi de lesão corporal seguida de morte. Em 2013 foram registrados 30 casos, contra 17 no ano passado.

No Brasil, foram 15.932 mortes nas 27 capitais, o que equivale a 1,81 assassinato por hora, praticamente o mesmo número em comparação ao ano anterior, de 15.804 óbitos registrados por essas mesmas causas (variação de 0,8% no número de casos).

Fortaleza, no Ceará, foi a capital que registrou em 2014 a maior quantidade de assassinatos em números absolutos: 1.989. Outra capital do Nordeste, Salvador, ficou com o segundo posto em números absolutos: 1.397 mortes, queda de 6,5% em comparação ao ano anterior e com taxa de 48,1 óbitos por 100 mil habitantes.

Publicidade
Publicidade